Artigos

Conferência da EA na E3 2018

EAPLAY2018

Muito sinceramente, a conferência da EA na E3 deste ano, foi mais do mesmo. Temos desporto, Battlefield, Star Wars e Indies.

Começando com Battlefield V, foi revelado o trailer do multiplayer e, com ele, confirmações como nada de Lootboxes ou Passes Premium. É bom, certo? Nos dias que correm, é soberbo. No entanto, vamos ver qual será o reverso da medalha, pois nada é oferecido “de bandeja” hoje em dia.. quase nada… Foi revelado também que o jogo irá ter futuramente um modo Battle Royale. Apesar do jogo parecer muito bom como sempre, o meu tempo para jogos focados em multiplayer é muito reduzido, então é algo que me vai passar mais uma vez ao lado, tal como Battlefield 1.

Unravel Two foi anunciado, embora tivesse sido leaked umas horas antes. É pena que muitos dos jogos de hoje são revelados cada vez mais de forma não oficial, principalmente antes dos grandes eventos. Quanto ao jogo em si, a novidade vai claramente para a possibilidade de jogarmos em modo cooperativo. No entanto, esse modo só é possível lado a lado, não é online. O bom velho coop local é sempre bem vindo mas, nos dias que correm, não faz sentido não poder ser online. Não é de todo o meu jogo mas, certamente para quem gosta, a boa notícia é que o jogo já está disponível!

Continuando com títulos mais pequenos, foi revelado Sea of Solitude e, muito honestamente, para mim foi o que se viu de melhor no evento. Algo puro e feito com paixão de quem só agora está a começar a aparecer nestes palcos. Vem do estúdio chamado Jo-Mei Games e promete ser uma experiência muito peculiar. Cornelia Geppert, a pessoa que apresentou o jogo, estava bastante nervosa inicialmente mas depois soube expressa-se e explicar como surgiu o jogo. Está previsto sair em 2019 e aborda a solidão e aquilo em que os humanos podem tornar-se se estiverem muito tempo sozinhos. Parece-me, sem dúvida, um jogo a ter debaixo de olho.

Star Wars… apesar de sabermos que a Respawn Entertainment estava a trabalhar num jogo de Star Wars, hoje foi-nos dado a conhecer o nome do jogo, através de uma conversa entre a apresentadora e Vince Zampella, um dos criadores do estúdio. Falaram um pouco sobre o jogo e que só sairá no final de 2019. Além disso, também revelaram que, em termos de ordem cronológica dos filmes de Star Wars, irá acontecer algures entre o III e IV. O jogo vai chamar-se Star Wars: Jedi Fallen Order.

Mas o assunto não fica por aqui. Um dos criadores de Star Wars Battlefront II veio ao palco contar algumas das novidades que irão aparecer durante este ano. Novos modos de jogo, um novo sistema de esquadrão e personagens como Obi Wan Kenobi, General Grievous e Anakin Skywalker. Também assumiram, mais uma vez, que erraram no início do jogo e que, por essa razão, alteraram o sistema de lootboxes e  o seu conteúdo.

future-of-ea-star-wars-games-ea-play-blog-starwars-featuredimage.jpg.adapt.crop191x100.628p

Quem não se lembra de jogar uns bons Command and Conquer há duas décadas atrás? Bons tempos. Nos últimos anos, não foi de todo um franchise que tenha recebido muito amor e, agora que foi ressuscitado, mais uma vez, na minha opinião, não foi de todo da melhor maneira. Falaram em Command and Conquer para uma nova geração e acho que isso mostra bem para quem é o jogo. Certamente que não é para a malta que jogou os primeiros título da saga há 20 anos. É um jogo para telemóvel e chama-se Command and Conquer: Rivals.

Agora, finalmente, Anthem. Um título que muitas pessoas têm debaixo de olho. Foram reveladas algumas coisas, mostrando gameplay e anunciado que o jogo irá sair em Fevereiro de 2019. Uma das coisas que foi realçada foi a ausência de “lootboxes” no jogo, mais uma vez quiseram deixar isso bem claro relativamente a um jogo novo.

A EA anunciou também um novo serviço, o “Origin Access Premiere”. Segundo consta, será um serviço para PC com muitos jogos disponíveis para jogar, em troca de uma mensalidade de 15  dólares por mês ou, 100 por ano. Este parece ser, cada vez mais, o caminho do futuro. Para terminar, de salientar que voltámos a levar uma injeção de desporto mas, afinal, a EA sempre foi muito focada nisso mesmo, portanto, nada de novo.

Em suma, mais um ano com uma apresentação normal, sem grandes surpresas, onde reina sempre o mesmo tipo de conteúdo. Expetativas de um Skate 4 ou até mesmo de um novo Dead Space, acabaram por cair em desilusão para quem as tinha. Para o ano haverá mais!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s