top20filmesanimeApesar de este ser um site focado em vídeojogos, decidi partilhar também o meu gosto por anime e, consequentemente, alguns dos meus filmes favoritos. Em princípio também irei falar futuramente das minhas séries favoritas, mas isso fica para outra altura.

A lista que se segue não significa de todo que são os 20 melhores filmes de animes de sempre, apenas são os que mais gostei de ver até hoje. Outro pequeno ponto que quero mencionar é que não existe qualquer tipo de ordem preferencial. Não vou entrar em grandes detalhes no que toca a resumo das histórias, apenas falar essencialmente do porquê de serem dos meus favoritos.

5 Centimeters Per Second

Este é, talvez, o filme mais lamechas desta lista e é logo o primeiro. Foi o segundo filme que vi de Makoto Shinkai, realizador do mais recente sucesso chamado Your Name, o qual bateu recordes como poucos filmes de anime. 5 Centimeters Per Second foi um filme que vi no momento em que saiu, e para sempre me ficou na memória por diversos motivos. A excelente animação, ao estilo de Shinkai, e a forma como foi contada a história, são só duas razões pelas quais adoro este filme. Está dividido em três partes, onde estas são espaçadas por vários anos e onde se pode assistir à evolução da relação entre as duas personagens principais. Deixo já um aviso que este não é, de todo, um filme aconselhado a ver se estiverem a passar uma fase amorosa menos boa. :p

Akira

Um clássico da animação japonesa que dispensa apresentações. Apesar de estar longe de conseguir adotar todo o conteúdo da manga, é sem dúvida, um bom filme de ação, com uma boa banda sonora e os grandes visuais daquela altura em que, normalmente, só os filmes tinham. A história de Akira é muito mais profunda do que parece no filme e a única solução é lerem a manga para poderem ficar a saber tudo o que aconteceu. Seria bom se um dia alguém fizesse uma série disto mas provavelmente nunca irá acontecer.

Asura

Talvez o filme que fiquei mais reticente em colocar nesta lista e também, provavelmente o menos conhecido. A animação de Asura é estranha, mas tudo o resto se sobrepõe, na minha opinião. Aviso que também consiste num filme bastante violento visualmente, onde temos uma criança que foi abandonada e ignorada pela maioria das pessoas. Este constitui um filme que retrata a compaixão humana mas, simultaneamente, todo o mal que existe nas pessoas e o seu lado mais negro. Se quiserem ver algo diferente, este filme é uma boa alternativa.

Berserk: The Golden Age Arc (Trilogia)

Esta trilogia de filmes não foi, de todo, o meu primeiro contacto com Berserk. A primeira coisa que vi foi a série de 1997 e, quando terminei, perguntei a mim mesmo, porque levei tanto tempo a ver tal anime tão falado. Gostaria de deixar bem claro que não sou grande fã de entretenimento da altura medieval e afins, mas Berserk é muito mais do que aparenta ser. Amizade, traição, ódio, ganância, entre outros, são só alguns dos adjetivos que caracterizam o que se passa na obra. Infelizmente, a animação dos filmes não é das melhores, mas depois do primeiro, parece que a qualidade vai sendo superior. Basicamente, Guts é um mercenário que nunca diz não a uma luta e vê-se colocado numa situação onde acaba por entrar para o grupo de mercenários, chamado “Band of the Hawk”. A partir daí, temos uma aventura como poucas, onde a amizade e o ódio, serão levados ao extremo. Esperemos que no futuro possa surgir outra trilogia de filmes, pois existe bastante material para isso.

Blood: The Last Vampire

Dos primeiros filmes que vi de anime e para sempre se tornou um dos meus favoritos. Apesar de curto e de existir pouco desenvolvimento dos personagens e do porquê da situação do filme, é algo a que se assiste bastante bem. Com um tom muito sombrio e bastante boa ação, este é um filme que costumo sugerir sempre, até porque nem tem 60 minutos sequer. Portanto, se tiverem uma hora disponível, esta é uma boa aposta.

Evangelion 1.11/2.22/3.33
(estou à tua espera 4.44…)

Antes de mais, deixem-me dizer que não sou fã do género mecha, ou seja, o facto de estes filmes se encontrarem presentes na lista significa alguma coisa. Por esta altura já todos sabem do que esta série se trata, por isso não vale a pena alongar muito o assunto. Não estou muito por dentro de todo o misticismo do franchise mas, conforme sei, estes filmes são remakes da série, com algumas partes novas à mistura e, segundo consta, terão um novo final na saga. O quarto, e último filme, está em produção há vários anos e, infelizmente, parece que ainda vai demorar mais alguns. Desde os excelentes visuais à muito boa banda sonora, passando por momentos do melhor que já se viu em termos de ação em anime, estes filmes têm de tudo um pouco para todos os gostos. Os personagens também são muito bons, e vê-se uma boa evolução dos mesmos, tendo em conta os diversos obstáculos que vão encontrando ao longo da aventura. Se ainda não viram, então está na hora!

Ghost in the Shell (1995)

Este foi, sem dúvida, um dos primeiros filmes que vi de anime nos finais dos anos 90. Não tinha os meus 18 anos certamente e marcou-me imenso por tudo aquilo que foi na altura e, continua a ser. Naquele tempo, a quantidade de anime disponível era escassa, mas o que existia, era bom, no geral. Havia todo um visual cool em torno de GitS, um aspeto futurístico com muitos termos científicos à mistura, um leque de personagens bastante interessantes e boa ação. Também tem muito diálogo, mas tudo o resto se sobrepõe a esse pormenor.

Grave of the Fireflies

Que surpresa! Este filme teve um impacto inesperado quando o vi há cerca de 15 anos. Nunca tinha visto um filme de animação tão poderoso emocionalmente e visualmente. Estamos a falar de um filme que retrata a Segunda Grande Guerra Mundial no Japão e o impacto que as duas bombas atómicas tiveram naquela nação. Com duas crianças como personagens principais, preparem-se para momento que pode ferir a suscetibilidade dos mais sensíveis.

Millennium Actress

Um grande clássico de Satoshi Kon. Este é o meu segundo filme favorito do realizador, e o primeiro irão encontrar mais abaixo na lista. Apesar de só o ter visto uma vez, tornou-se, de imediato, um dos meus favoritos. Consiste num trabalho executado de forma extraordinária ao qual, todos os fãs de anime, e não só, deveriam assistir.

Ninja Scroll

Mais outro clássico que cheguei a ver na mesma altura de Ghost in the Shell. Para aquilo que havia disponível no mercado na altura, e continuamos a falar nos finais dos anos 90, o seu conteúdo era bastante agressivo. Toda a sua violenta ação, atos sexuais quase explícitos e sangue capaz de encher várias piscinas, deixaram-me marcado para sempre, no bom sentido. Não desfazendo a animação de hoje em dia, antigamente tinha outra classe.

Sword of the Stranger

Sem qualquer dúvida, o meu filme de anime de samurais favorito. Desde uma excelente animação, passando por bons personagens, boas cenas de luta e uma banda sonora que encaixa que nem uma luva, este é a escolha perfeita para um Domingo à tarde deitado no sofá. Com o selo de qualidade da Bones, este é um filme a não perder, se forem fãs dos fatores que mencionei acima.

Perfect Blue

Mais um clássico do grande Satoshi Kon. Infelizmente, já não se encontra entre nós mas todos os seus trabalhos são de grande qualidade e devem ser visualizados por todas as pessoas, mesmo não sendo fã de anime. Perfect Blue conta-nos a história de uma “pop idol” que abdica da carreira musical num grupo e vira-se para o cinema. A dada altura, já não consegue distinguir entre a realidade e ficção, resultando num filme algo obscuro e sombrio, demonstrando o poder do psicológico na mente do ser humano.

Princess Mononoke

Ao contrário de muitos, nunca fui grande fã dos filmes do Studio Ghibli, ou melhor, nunca foram muito apelativos tendo em conta os meus gostos. Tendo em conta isso, durante os últimos anos tenho tentado ver alguns e a Princess Mononoke é, indubitavelmente, o meu favorito. O seu conteúdo já vai ao encontro àquilo que me fez gostar de anime. Da animação não precisamos falar, pois já sabemos como é o material do Studio Ghibli, mas a ação do filme é bastante boa e também gostei das personagens e de toda a aventura. Sem dúvida, uma grande surpresa quando vi o filme pela primeira vez. Como nota final, não posso deixar de mencionar que foi realizado pela grande Hayao Miyazaki, mas acho que isso a maioria já sabe.

Tekkonkinkreet

Lembro-me bem da primeira vez com que me deparei com Tekkonkinkreet. Para além do peculiar artwork, também o próprio nome captou a minha atenção. Vi o filme sem saber sobre o que se tratava e que bela surpresa foi. Com uma animação muito diferente do usual, a qual afasta certamente muita gente logo à partida, foi algo que adorei bastante no filme. No que se refere a enredo, temos dois órfãos que vivem na rua e unidos por uma grande amizade. As suas personalidades são bastante diferentes e assim que vêem o seu “mundo” ameaçado por Yakuzas, são obrigados a defender os seus interesses. A partir daqui, temos muita boa ação, com especial destaque para os sentimentos dos seres humanos, alguns deles bastante esquecidos no dia-a-dia.

The Disappearance of Haruhi Suzumiya

Deixem-me dizer, primeiramente, que este filme não faz sentido sem terem visto a série e nunca terá o mesmo impacto. Quando vi a série há bastantes anos, confesso que vi porque muita gente falava positivamente do mesmo. À primeira vista, não parecia o meu género, mas posso confirmar então que depois de terminar, gostei bastante. O filme é a continuação e transporta-nos, mas uma situação completamente diferente do que estávamos habituados na série. A ausência da carismática Haruhi Suzumiya, torna as quase 3 horas de filme, numa espécie de busca do tesouro perdido num mundo “virado do avesso”, onde nada é como antigamente.

The Garden of Sinners

Este não é um filme, nem dois, nem três, mas sim sete. São um conjunto de sete filmes realizados por vários produtores e são baseados nas light novels de Kinoko Nasu. Garden of Sinners, ou também conhecido por Kara no Kyōkai, tendo um pouco de tudo aquilo que procuro em anime. Boa história, personagens bastante interessantes, violência visual, excelente banda sonora, um aspeto algo dark, entre muitas outras coisas. Os visuais dos filmes são excelentes e ficaram a cargo da grande Ufotable, responsável também por Fate/Zero e Fate/stay night: Unlimited Blade Works. Os filmes foram lançados gradualmente e de forma alternada no que toca a um seguimento de história. Basicamente, os filmes andam para trás e para a frente em termos de espaços temporais. Obviamente que, hoje em dia, se quiserem ver, podem escolher assistir da forma correta, que foi o que fiz na segunda vez que visualizei. Aconselho vivamente a verem estes filmes.

The Girl Who Leapt Through Time

Mamoru Hosoda é outro dos meus realizadores favoritos e este foi o primeiro filme que vi dele. Com uma boa animação, uma história interessante e bons personagens, estas são só algumas das razões que me fizeram gostar do filme desde os seus primeiros minutos. A partir deste filme, tenho assistido a todos deste realizador e, no geral, nunca fiquei desapontado.

Wolf Children

Porque recusei ver este filme durante tantos anos? Não sei, talvez porque as personagens não inteiramente humanas me tenham deixado desconfiado. Posso dizer que vi o filme 2 dias seguidos, em que na segunda vez já foi para mostrar à minha companheira. É um filme bastante interessante e com uma das coisas que mais gosto de ver em anime, o “passar dos anos”, e refiro-me com isto ao facto de haver um avanço no espaço temporal e as personagens aparecerem mais velhas. Isto mostra sempre a evolução das mesmas e os seus possíveis novos caminhos. Wolf Children foca-se também muito na palavra família e isso é também sempre algo positivo.

 

Deixo aqui uma lista de mais alguns filmes que gostei bastante, mas que acabaram por não entrar na lista.

  • Barefoot Gen
  • Cowboy Bebop: The Movie
  • Lupin III: The Castle of Cagliostro
  • Miss HOKUSAI
  • Redline
  • Summer Wars
  • The Boy and the Beast
  • The Garden of Words
  • The Place Promised in Our Early Days
  • The Wind Rises
  • Your Name

Se tiverem curiosidade em saberem o que já vi até hoje, visitem o meu perfil no My Anime List através deste link.

E vocês? Quais os vossos filmes favoritos de anime?

Anúncios

3 comentários »

  1. Lista bem interessante 🙂

    Só depois que a vi que percebi que para mim seria montar uma lista com vinte filmes, não lembro de ter assistido isso tudo. Alguns filmes eu compartilho da sua opinião (como Tekkonkinkreet e The Girl Who Leapt Through Time), já outros eu achei bem insosso (The Disappearance of Haruhi Suzumiya eu achei extremamente tedioso).

    Meus favoritos seriam:

    -Paprika
    -The Girl Who Leapt Through Time
    -Tekkonkinkreet
    -Summer Wars
    -Howl’s Moving Castle
    -Redline
    -The Boy and the Beast
    -Your Name

    Liked by 1 person

    • O Filme de Haruhi é um pau de dois bicos, acho que é focado para quem viu e gostou bastante da série. Por outro lado, é um filme enorme e que realmente se arrasta em alguns momentos. O filme tem quase 3 horas e facilmente tirava-se uma. O filme tem muito boas notas no geral, mas lá está, é tudo uma questão de gosto. Adorei mas criou-me uma sensação de melancolismo mas positivo. Só ainda não vi uma terceira vez porque tenho estado à espera de arranjar em Blu-Ray. ^^’

      Boas escolhas as tuas, basicamente títulos que também mencionei. Paprika é bom mas acabei por não colocar nas listas. Paprika é do Satoshi Kon, a mesma pessoa que realizou Perfect Blue, Tokyo Godfathers, Millennium Actress e Paranoia Agent. Tudo muito bom e aconselho vivamente. 😉

      Gostar

      • Então, eu gostei muitíssimo de Haruhi, é um dos meus animes preferidos (mesmo com aquela coisa tosca do loop da segunda temporada), mas, mesmo assim, o filme não me agradou de jeito algum =/

        Do Satoshi Kon, eu já assisti também Millennium Actress e na época não gostei muito não (se não me engano, a versão que assisti não estava com qualidade muito boa), mas é um diretor que pretendo revisitar o trabalho no futuro 🙂

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s