Análises

Análise de Eventide 3: Legacy of Legends

eventide3

Confesso que este é o primeiro jogo da Artifex Mundi que experimento e, tendo em conta o seu tipo de títulos, estava um tanto ou quanto reticente. Todavia, foi com alguma surpresa que se tornou numa boa experiência e acabou por se destacar facilmente de tudo o que usualmente costumo jogar.

A história gira em torno de Mary Gilbert, uma botânica conhecida mundialmente, e iremos embarcar mais uma vez numa aventura para explorar as fábulas eslavas. Depois de ter recuperado a flor de samambaia, no jogo anterior, Mary decide plantar a mesma perto da casa de campo do seu irmão. Porém, este ato tem efeitos negativos. Num dia em que se encontrava na floresta com o seu irmão, somos testemunhas do seu rapto por criaturas vindas dos céus, os chamados Clouders. Após este acontecimento, não nos resta outra opção senão salvá-lo e, para isso, iremos contar com a cooperação de algumas personagens, mas o resto fica para descobrirem ao jogar. Preparem-se para uma aventura de pura fantasia, enquanto viajam por diversos locais dignos de contos e mitos.

Este é sem dúvida, um jogo de aventura recheado de puzzles. Andamos pelos vários cenários a interagir com inúmeros objetos a tentar resolver os tais puzzles para podemos continuar em frente. Terão a oportunidade desde orientar uma imagem de forma a que fique correta, descobrir determinadas peças num “mar” cheio delas, entre outras coisas. É possível que até possam apanhar determinado item num local e só precisarem dele muito mais à frente, ou precisamente o inverso.

A interação com os objetos é realizada através de um cursor e é a única forma de gameplay basicamente, o famoso “point and click”. Para muitos, incluindo eu, este seria à partida, um jogo aborrecido. Contudo, acabou por me surpreender por diversas vezes. Os detalhes visuais de alguns puzzles, ou mesmo o seu mecanismo de funcionamento, foram algumas das coisas que me deixaram impressionado.

Tenho a salientar que os puzzles podem ir de 8 a 80 em termos de dificuldade, e a mesma não aumenta de forma gradual. Tanto podem estar a fazer um fácil, como de seguida vem um mais desafiante e depois volta a ser bastante fácil. Não é que seja mau, mas pode quebrar o ritmo da aventura, caso não o consigam solucionar em poucos minutos.

eventide3_1

Em todo o caso, se tiverem dificuldade em alguns enigmas, existe sempre a hipótese de os poderem passar à frente ao pressionar para cima no D-Pad. Ao pressionarem para a direita, têm os vossos objetivos e, se por acaso não souberem o que têm de fazer em determinado momento, podem pressionar novamente para cima do D-Pad que ele indica qual o próximo passo. Isto não deve ser considerado como batota, até porque se realmente estiverem “encalhados”, porque não usar? Tudo depende do critério do jogador, mas o que a empresa fez foi permitir às pessoas nunca sentirem frustração enquanto se tentam divertir.

eventide3_2

Os visuais, apesar de no geral serem cenários praticamente imóveis, estão bastante bem conseguidos com um puro toque de fantasia, tal como é exigido para o jogo em causa. Os detalhes nos visuais de alguns puzzles são realmente impecáveis e as pequenas animações presentes ajudam a acrescentar um toque ainda mais especial.

As vozes correspondem à expetativa de um jogo destes, não sendo nem boas nem más. Certamente que não é foco do jogo, mas a presença de mais naturalismo teria ficado muito melhor. Já a música de fundo encaixa perfeitamente, criando o ambiente ideal para este tipo de aventura.

eventide3_3

O jogo pode demorar entre 5 a 7 horas, dependendo da velocidade com que conseguem solucionar todos os obstáculos que vos vão sendo colocados. Uma vez terminada a aventura, não existem quaisquer incentivos para voltar a jogar, o que é uma pena.

Eventide 3: Legacy of Legends, é sem dúvida, um bom jogo para uma única sessão numa noite. Com uma história de fantasia relativamente decente, a acompanhar de um bom sistema de jogabilidade baseado essencialmente em puzzles, este é um título que facilmente pode captar a atenção até mesmo de pessoas não aficionados de vídeojogos. Depois disto, posso dizer com certeza que vou tomar atenção aos jogos previamente lançados/produzidos por esta empresa.

muito bom

positivo Bons puzzles
positivo Cenários detalhados
errado Ritmo de jogo em algumas situações
errado Performance das vozes

Data de Lançamento: 29 de Junho de 2018 (PC e dispositivos móveis em 2017)
Produtora: The House of Fable
Editora: Artifex Mundi
Género: Aventura, Point & Click, Puzzles
Disponível para: Amazon, Android, iOS, PC, Playstation 4, Xbox One

Análise feita na Xbox One S.

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise por parte da Produtora/Editora.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s