Análises

Análise de Forza Horizon 4

fh4

O primeiro Horizon saiu em 2012, e foi, para mim, uma lufada de ar fresco em jogos de corridas. Hoje em dia, Forza Horizon 4 continua a assumir o extremo sucesso dos seus antecessores, indo ainda mais além como já vem sendo habitual, a cada novo título. 

fh4_08

Depois de Estados Unidos (mais precisamente Colorado), Europa (França e Itália) e Austrália, desta vez vamos até ao Reino Unido, com especial destaque para Edimburgo. Voltamos às paisagens da Europa, mas agora, um pouco mais a Norte. Como seria de esperar, alguns dos pontos turísticos mais conhecidos de Edimburgo estão presentes no jogo, e facilmente reconhecíveis. Horizon 4 tem bastantes novidades, por isso, vamos lá começar. Talvez a maior de todas seja mesmo a existência de estações do ano. Agora o mapa irá sofrer alterações visuais conforme a estação do ano em que nos encontremos. A par dessa mudança, também os eventos irão variando e o tipo de condução sofrerá igualmente alterações.

Quero dizer com isto que, conforme a estação, a nossa forma de conduzir terá de ser ajustada ao tipo de piso em causa. Se no Inverno teremos muita neve e um piso mais escorregadio, já no Verão, com o piso seco, o carro irá agarrar muito melhor. De salientar ainda que, durante o Inverno, o grande lago está gelado e será possível conduzir sobre o mesmo, ao contrário das outras estações. Cada estação tem as suas cores e características específicas, o que torna cada uma delas especial e diferente. Após o tutorial, cada estação terá uma duração real de uma semana para todos os jogadores no mundo. Desta forma, só iremos poder jogar cada uma delas uma vez por mês. Isto irá fazer com que, cada vez que tivermos acesso a uma nova estação, o jogo transmita novamente uma sensação de novidade.

fh4_01

Neste novo Horizon, é agora possível comprar casas, as quais irão servir como pontos de fast travel, mas também será possível concretizarem outras tarefas como comprar ou vender carros, fazer upgrades, consultar diversos dados estatísticos, e muito mais. De salientar que, nos jogos anteriores, isto só era possível na zona principal do festival. Agora também é possível adquirir e ganhar vestuário para o nosso avatar. Esta é outra das novidades pois é-nos dado a escolher vários avatares para usarmos como representação do nosso condutor e, a sua presença em cut-scenes, será muito maior do que nos jogos anteriores.

fh4_02

 O sistema de progressão continua semelhante, na medida em que tudo o que fizermos no mundo irá servir para subir de nível. É agora também possível evoluir de nível relativamente às atividades presentes no mundo. Sejam corridas de rua, ou de todo o terreno, saltos ou passagens por controlos de velocidade, entre muitos outros, tudo isto irá fazer com que aumentem de nível nas variadas atividades. Sempre que sobem de nível, irão desbloquear novas atividades das mesmas. Existe esta vertente também para pinturas dos carros, exploração do mapa, missões secundárias, entre muitas outras coisas. O subir de nível não desbloqueia somente novos eventos, mas também vos dá a ganhar créditos, roupas, buzinas para os carros e até, danças para quando ganhas provas, e muito mais. Por falar em ganhar, a roda dos prémios continua presente e, desta vez, temos também disponível uma roda não com um, nem dois, mas sim, três prémios a ganhar de uma só vez.

fh4_04

Tal como nos jogos anteriores, existe uma árvore de habilidades onde vamos adquirindo as que nos vão dando mais jeito. Porém, desta vez, cada carro tem a sua própria skill tree. Isto faz com que possam tirar mais partido ainda das vossas viaturas favoritas.

Forza Horizon sempre foi um regalo para os olhos, tanto a nível de cenários como da imensa variedade de cores, muito associadas aos festivais em si. Desde neons a foguetes, tudo na zona do evento é bastante vivo, e mais ainda à noite. Fora dessa área, temos uma bastante boa diversidade de cenários: partes montanhosas, lagos, florestas, praias e por aí adiante. Se a isto juntarmos os diferentes visuais que cada uma das quatro estações cria, a monotonia não será certamente uma característica neste jogo, pois existe uma grande diversidade visual. Os carros estão mais uma vez melhores que nunca, tanto no seu interior como em todo o seu esplendor por fora. Este quarto título volta mais uma vez a elevar a fasquia da qualidade visual da série.

fh4_10

Um dos pontos que maior interesse para mim na série são as diferentes rádios e locutores. Como já tem sido habitual, cada uma das rádios tem o seu estilo de música, o que permite variar e tornar mais apelativo. Os locutores também vão falando um pouco de tudo, principalmente de eventos que vão acontecendo no jogo, o que torna as coisas mais verídicas. Infelizmente, ao contrário do jogo anterior, desta vez não podemos ouvir a nossa música no jogo. Continuando na vertente áudio, o som dos carros continua excelente como sempre, onde cada viatura tem o seu distinto roncar e chiar dos pneus e este é só mais um ponto onde o estúdio é exímio no seu trabalho.

fh4_06

Continua a existir uma boa diversidade de eventos, os quais podem ser abordados da maneira que bem entenderem. Não é preciso jogarem, nem vencerem todos eles e, se preferirem, podem continuar a criar os eventos de raiz tal como no jogo anterior. Esta é, sem dúvida, uma boa medida para os jogadores poderem criar os próprios eventos e partilhar com o mundo, ao invés de jogarem simplesmente os eventos originais. De salientar que, ao se encontrarem numa determinada estação, é possível criarem eventos de raiz que tenham lugar numa estação diferente.

fh4_09

E as novidades não param. Em Horizon 4, mesmo que joguem a solo, podem estar ligados a um servidor com outros 72 jogadores, sem que tenham que  com eles interagir direta e obrigatoriamente. Cada um faz o que tem a fazer e, se por acaso se cruzarem com outros jogadores, nunca irão embater, pois, estarão em modo fantasma. Isto evitará certas atitudes menos positivas entre os jogadores, e acaba também por não prejudicar a experiência a solo. No entanto, podem jogar mesmo offline e aí, terão apenas a companhia dos já habituais Drivatars.

Todavia, é no modo multiplayer que muita gente irá passar a maior parte do tempo, após terminarem a maioria dos eventos offline, ou mesmo até antes. Existem diversos tipos de modos, muito à semelhança do que já acontecia em jogos anteriores. “Team Adventure” é o mais recente modo que vos ajudará mais facilmente a participar em jogos de equipas, quer sejam jogadores ao acaso, ou com um grupo de amigos.  Este modo de jogo irá permitir aos jogadores, diversos tipos de interação e eventos.

fh4_03

Forzahton continua presente e impõe aos jogadores, um novo desafio a cada hora, num evento até 12 jogadores. Os desafios diários e semanais também continuam, dando como prémios pontos, os quais podem ser gastos na loja Forzathon. Para os fãs da vertente online, esta é somente mais uma medida para os manter sempre a jogar ininterruptamente, durante vários meses.

Pela primeira vez, Forza Horizon oferece a possibilidade de jogarem em 60 fps, mas apenas no PC ou na Xbox One X. Existe a opção de qualidade e a opção de performance. Na primeira, podem escolher jogar em 4K mas a 30 fps, ao contrário da segunda, que permite jogar a 60 fps a 1080p. É sem dúvida uma boa adição para quem tem a mais recente consola da Microsoft. Todavia, penso que isto é algo que tem que ser cada vez mais obrigatório.

Na minha opinião, Horizon pode facilmente satisfazer ambos os fãs de simulação e arcada. A condução, apesar de mais virada para a segunda, pode facilmente tornar-se mais exigente se quiserem mexer nas opções de tunning que existem, as quais ainda são bastantes.  Podem desativar todas as assistências e, manualmente, calibrarem o carro ao vosso gosto. O desafio irá aumentar consideravelmente e terão que se aplicar bastante para conseguirem dominar a viatura como previamente.

fh4_05

O franchise continua a improvisar diversos aspetos a cada novo jogo e incluir novas funcionalidades, tornando o que já era muito bom, em algo ainda melhor. Aquilo que parece ser praticamente perfeito, consegue sempre ser alvo de novos pormenores que vão elevando sistematicamente a qualidade do produto final. O jogo corre de forma quase exímia, onde os problemas de frame rate praticamente nem se fizeram notar.

Sejam fãs de jogos de corridas ou não, este é, sem dúvida, um jogo que aconselho a todos. É muito mais que um simples jogo de corridas; deixa-vos jogar da maneira que quiserem, enquanto exploram o mapa como bem entenderem, ao som de boa música e excelentes visuais. Caso ainda assim tenham dúvidas, o jogo está disponível no Xbox Game Pass, a acompanhar a nova medida da Microsoft em colocar os seus exclusivos disponíveis no serviço desde o dia de lançamento.

Forza Horizon 4 é claramente, até ao momento, o melhor jogo de corridas desta geração.

EXCELENTE

positivo Visuais soberbos
positivo Muito boa oferta de carros
positivo Variedade de Eventos
positivo Pura liberdade para jogarmos como bem entendermos
positivo Disponível no serviço Xbox Game Pass
errado Alguns pequenos e raros slow downs

Data de Lançamento: 2 de Outubro de 2018
Produtora: Turn 10, Playground Games
Editora: Microsoft Studios
Género: Corridas
Disponível para: PC,  Xbox One

Análise feita na Xbox One S.

Anúncios

1 reply »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s