Análises

Red Dead Redemption 2 – Análise

rdr2

Red Dead é enorme. Enorme em todos os aspetos.

Passaram 8 anos desde o lançamento de Red Dead Redemption e, na altura, surpreendeu bastante, quer pelas suas mecânicas, quer pela sua história, quer por todo o seu mundo. Agora, chegou a altura de RDR2, e as exigências e expectativas eram mais que muitas. Todavia, estamos perante um título da Rockstar Games e todos sabemos que eles não brincam em serviço. O facto de o jogo ter levado vários anos “no forno”, significa facilmente que muita mecânica foi levada ao detalhe extremo.

rdr2_1

Estamos em 1899, mais concretamente, no fim do Velho Oeste. Depois de um assalto correr menos bem em Blackwater, cidade conhecida do jogo anterior, o Gangue Van der Linde vê-se forçado a fugir às autoridades. E é assim que começa a história, com local em plenas montanhas gélidas e cobertas de neve onde a sobrevivência está a ser testada a vários níveis. É precisamente neste momento inicial que se começa a ver a importância que o grupo terá no jogo e todos os seus membros. São eles que irão dar uma alma e experiência bastante personalizada nesta aventura. Para todos aqueles que jogaram o título anterior, já sabe como este vai acabar, ficando apenas por descobrir como as coisas se vão desenrolar até esse momento. Todavia, existem vários finais possíveis tendo em conta que, agora, temos de tomar certas decisões que irão ter impacto no mundo em nosso redor e nas relações que iremos acompanhar ao longo da experiência. Esta é uma das grandes novidades do jogo e que, como já disse, terá um peso considerável ao longo desta jornada pelo Velho Oeste.

 

 

Se no jogo anterior estávamos na pele de John Marston, outro dos membros do gangue, desta vez o protagonista é Arthur Morgan, um dos braços direitos do chefe do grupo, o carismático Dutch.  Para além dos diversos membros do gangue, bastante únicos e já com as habituais personalidades insanas, perspicazes e em forma de sátira, a que já estamos habituados por parte do estúdio, os visuais foi outro dos aspetos que saltam logo à primeira vista. Este é o primeiro jogo da Rockstar a ser feito de origem para a geração atual de consolas e isso é bastante percetível. Desde os modelos dos personagens, as expressões faciais e os detalhes nelas implementados, tudo está num patamar bastante superior ao que vimos em GTA V. Tal como disse, o jogo começa nas montanhas a norte, cobertas de neve e a física da mesma está muito boa, ficando rastos nela marcada por onde quer que passemos, seja a pé, de cavalo ou nas carroças. Não que isto seja uma novidade dos videojogos, mas a sua implementação em RDR2 está do melhor que se tem visto na indústria recentemente.

rdr2_4

A vida animal no jogo é qualquer coisa de surreal. As variadíssimas espécies superam as duas centenas, incluindo várias raças de cavalos, lobos, peixes, veados, ursos, águias, crocodilos e muitos, muitos mais. Na verdade, existe toda uma zona no menu onde podemos verificar a informação de cada um, mas só à medida que os formos encontrando no jogo. Para isso, também é necessário analisá-los ao pressionar o botão R1/RB durante algum tempo. Nesse momento, iremos conhecer um pouco mais o animal em diversos aspetos.

O caçar é bem mais complexo do que ir simplesmente direto ao assunto e matar o animal. Se as coisas não forem feitas, as peles ficarão estragadas e não terão grande valor e é por isso que os devemos analisar primeiro. Também existe uma funcionalidade que permite seguir o rasto dos animais e, nessa mesma visão, podemos ver salientando em nosso redor, tudo aquilo que é possível interagir. Tudo isto muito ao estilo de The Witcher 3.  Destaque ainda para a animação de quando estamos a tirar a pele ao animal, a qual está soberba. Diria perfeita de mais, mas bom, nunca vi ninguém a fazer aquilo ao vivo por isso não posso comentar nesse aspeto. Podem juntar várias peles de um animal em cima do cavalo, mesmo que nele já tenham apoiado um animal em si. Mas, para além da caça, existe também agora a possibilidade de pescar, a qual só fica disponível quando chegarmos a determinado ponto na história, onde a mecânica nos é introduzida e explicada. Não pensem que isto é só mais algo que dá para fazer no jogo pois a pescaria, em termos de jogabilidade, é muito mais profunda do que aparenta inicialmente.

Red Dead Redemption 2_20181115235637

Se antes podíamos andar em qualquer cavalo sem a menor preocupação, agora é possível criar uma ligação com o nosso cavalo e, quanto maior, mais vantajosa. A vossa ligação aumenta quanto melhor tratarem do animal. Precisam escová-lo, alimentá-lo e, até, acariciá-lo. Tudo isto irá trazer, a médio prazo, benefícios em termos de vida e resistência por parte do animal. Se quiserem ter outro cavalo, vão ter de começar de novo e tentar ganhar a confiança do mesmo. Muitas vezes, é possível que, ao chegarem perto de outro cavalo novo, possam levar um coice pois ele não se sente à vontade perto de vocês. No mínimo, surreal esta implementação. Relativamente ainda a estes animais, agora também podemos adquirir e fazer melhorias às selas, as quais também trazem diversos tipos de vantagens.

rdr2_3

Outra das grandes novidades é o nosso acampamento. É nele que iremos passar algum tempo e construir relações, muitas delas com influência direta do que se passa em algumas missões. O acampamento pode ser alvo de melhorias a vários níveis, colocando à nossa disposição comida, munições e itens medicinais. É possível também jogar dominó ou o famoso jogo de rapidez da faca entre os dedos, entre outros. Se quiserem relaxar um pouco à noite, também podem sentar-se ao pé da fogueira e ouvir os outros membros a contar histórias, muitas delas acrescentado algum background das personagens.

Para fazer upgrades no acampamento, existe uma caixa onde todos vão colocando dinheiro e é com ele que, posteriormente, num livro ao lado da caixa, se escolhe o que se vai melhorar. Tudo o que fizerem loot no jogo, podem entregar na caixa para doar dinheiro ao gangue. A variante climática é outra das novidades e esta influencia a condição física do Arthur, na medida em que em locais mais frios, convém estar bem protegido e, em locais de maior calor, convém ter roupa menos quente. A sua energia e resistência irão sofrer se não tiverem cuidado.

Red Dead Redemption 2_20181116005251

Se antes as fogueiras serviam apenas de ponto para fazer avançar o tempo ou fazer fast travel, agora servem também para cozinhar e comer, ou ainda criar poções/itens consumíveis de diferentes vertentes. Isto abre um leque bastante vasto em termos de consumíveis sempre disponíveis para nos ajudar, quer em termos de vida, em termos de energia ou ainda, no famoso Dead Eye (em português, Olho Morto). Outras coisas que me despertaram a atenção foram as variadas vezes em que fomos alvo de emboscadas. Do nada, podemos estar a ser assaltados em plena estrada e, se não forem rápidos a resolver o assunto, é bem possível que possam morrer. Isto normalmente acontece em movimento quando estão a cavalgar e aparece um grupo de vários cowboys nos seus cavalos a criar distúrbios.

Red Dead Redemption 2_20181111122608

No jogo anterior, era possível fazer fast travel facilmente, mas agora tudo mudou. Existem três hipóteses, se bem que só duas delas estão disponíveis de início, as quais são transportes ferroviários ou de carroça. Para estes, precisam deslocar-se aos locais específicos, pois só a terceira opção permite um fast travel, apenas a partir do nosso acampamento. Esta opção só ficará disponível mais tarde no jogo e após certos upgrades. Tendo em conta isto, preparem-se para cavalgar muito nos primeiros tempos. Não que isso seja negativo, pois o mundo oferece a todo o momento, situações e oportunidades para estarmos sempre entretidos. Quer sejam acontecimentos aleatórios, assaltos a quem passa na estrada ou até uma boa caçada ou pescaria, há sempre algo para fazer enquanto nos deslocamos. Sempre que nos cruzemos com alguém, ao carregarem no L2, são-vos disponibilizados vários tipos de opções para a interação com a pessoa. Podemos ser amigáveis, hostis, assaltar de imediato, bater, assustar, entre outras coisas. Isto tudo pode variar conforme o tipo de encontro. Todas estas opções fazem com que o jogo possa oferecer diferentes tipos de resultados, conforme as situações, e isso é bastante positivo.

rdr2_6

Ao longo da jornada, deparei-me com algumas situações interessantes que foram acontecendo. Cheguei a ver um lobo a morrer à minha frente, mas não da forma que pensam. Disparei contra ele, mas não foi suficiente para o matar logo e ficou então deitado no chão a uivar de dor. O lobo acabou por morrer à minha frente. A mesma situação me aconteceu, mas com um cavalo, o qual foi abalroado por um comboio no meio de um tiroteio. No entanto, foi possível salvá-lo, pois vi que havia essa hipótese com um item que tinha em minha posse.

Destaque para outras adições no jogo como a de Arthur ter agora um diário, onde são registadas as situações mais marcantes e podemos lê-las e recordar tais acontecimentos, embora não seja extremamente importante. Digamos que é algo mais adicionado ao jogo e que permite o jogador usar se quiser, do que propriamente algo fulcral na experiência. Outra adição é a da visão na primeira pessoa, dando uma perspetiva totalmente diferente ao jogo e acaba por criar uma maior imersão no mundo de Red Dead. Ainda assim, passei a maior parte do jogo na terceira pessoa pois achei que se enquadra mais no jogo em si. Tal como o ponto anterior, esta é mais uma funcionalidade que, apesar de não ser extremamente importante, está lá para quem quiser utilizar.

rdr2_2

Tal como já tinha mencionado quase no início, os visuais de Red Dead estão deveras deslumbrantes. Ao contrário do jogo anterior, desta vez temos planícies de neve mais a Norte, zonas florestais bem verdes mais a centro, mas igualmente, o habitual Sul mais seco. Todas elas estão caracterizadas de forma minuciosa. A densidade da floresta em alguns locais é qualquer coisa de espetacular. A luminosidade está muito bem implementada e em algumas zonas das florestas, podemos ver o sol a tentar intrometer-se, naquilo que é uma zona bem escura, sendo possível ver os raios a rasgar a escuridão. As noites estão representadas fenomenalmente, as luzes dos edifícios e das fogueiras criam uma sensação de segurança naquela zona, onde em tudo o resto, o perigo espreita a qualquer momento.

Red Dead Redemption 2_20181111144742

Os campos cultivados preenchem largas áreas de quintas e proporcionam uma sensação de veracidade na zona, recriando aquilo que conhecemos na realidade daquela época. Existem grandes lagos cheios de pássaros ou crocodilos, capazes de criar um excelente desafio na hora da caçada. Nas zonas de montanhas, temos grandes ursos e lobos, animais bem mortíferos se não tivermos o mínimo de cuidado. Por falar em animais, neste jogo, existe mais de uma dezena de animais lendários, os quais quando apanhados, proporcionam alguns benefícios, tanto em termos monetários, como alimento e peles. Para os derrotar, precisam de ser bem ágeis e perspicazes, pois o desafio é bastante difícil. Cada um está numa zona específica do mapa e temos que utilizar a nossa visão especial para os conseguir encontrar, ao seguir o seu rasto e pistas existentes pelo terreno.

rdr2_5

Continuando na vertente visual, existem vários pormenores que me deliciaram. Um deles consiste em ficarmos todos sujos de lama se formos ao chão numa luta ou queda de cavalo, sendo que o próprio animal também fica sujo e só escovando ou indo diretamente tomar banho no rio, é que a sujidade sai. O mesmo se aplica connosco na medida em que, só indo tomar banho ao rio ou pagar para o fazer num hotel. Ainda na parte da higiene, podemos barbear ou cortar o cabelo. De salientar que se escolherem cortes muito curtos, têm de esperar vários dias, quer para a barba, quer para o cabelo,  para voltarem a crescer, no caso de desejarem altera os cortes. Eu cheguei a barbear e a rapar o cabelo, o qual depois levaram bastantes dias até crescer com um tamanho que permitisse outra mudança visual.

Outra situação foi a lombada do cavalo ficar suja de sangue quando carregamos um animal morto no seu dorso. E não ficamos por aqui nos pormenores, na medida em que ainda é de salientar o piso do terreno depois de levantarmos o acampamento, no momento em que ansiamos descansar algures nas terras de ninguém. Principalmente se for em piso com relva, a mesma irá apresentar um aspeto de pisada, por ter sido onde foram montadas a tenda e feita a fogueira, ficando também vestígios desta última. Tudo em redor está com um aspeto normal, mas na zona onde pernoitámos, a representação é feita de forma impecável.

 

Este é o melhor jogo da Rockstar, sem dúvida! A alta qualidade dos mais mínimos detalhes é algo que pouco se viu até hoje na indústria dos videojogos. Raros são aqueles que conseguem fazer o que RDR2 faz a este nível. Cenários mais vivos que nunca repletos de inúmeros animais a preencherem a zona e eventos aleatórios sempre a acontecer. O mundo é bastante vivo com missões, não principais, bastante interessantes, longe de serem apenas o chamado “chouriço”. O tempo que muda facilmente, onde num momento pode estar sol e pouco depois chover mais intensamente, com trovoadas como música de fundo e espetaculares raios de luz no horizonte. Em certos locais, podemos ver o aparecimento de poças de lama depois de chover, e o efeito que elas deixam ao passarmos por elas, seja a pé ou num meio de transporte, é algo fenomenal. Dá gosto pisar a lama e ver a sua reação, como se fôssemos uma criança de dois anos a querer dar saltos em poças de água apenas porque é divertido.

rdr2_11

Então e a câmara cinematográfica? Não poderia deixar de mencionar tal funcionalidade, tanto por ser uma novidade, como pela imersão que dá ao jogo. Esta é-nos dada a conhecer na parte inicial do mesmo e, para a ativar, basta ficarmos a pressionar no touch pad até a câmara ficar totalmente em formato filme. Isto serve para entrar num género de piloto automático, enquanto percorremos o mapa, necessitando apenas de ficar a carregar no X para o cavalo continuar a andar. Os momentos que se seguem, são de uma pura experiência de filme de cowboys e ouvir o gangue a falar durante as travessias pelo velho Oeste, é algo que dá bastante prazer. No entanto, aviso que estarem nesta câmara não impede de irem contra objetos e caírem do cavalo. É que apesar do cavalo se movimentar sozinho em termos de posicionamento, às vezes pode acontecer não se conseguir desviar a tempo ou se a estrada for estreita, ir contra algo ou alguém. Em suma, não se deixem dormir pois as quedas não são impossíveis.

rdr2_12

Todo o ambiente do jogo está indubitavelmente a roçar a perfeição e o áudio só vem aperfeiçoar ainda mais aquilo que, só por isso, já é deveras extraordinário. A banda sonora pode não ser para muitos, um pilar essencial na experiência de um jogo, mas não há como negar que RDR2 beneficia a 200% da sua composição musical.  Mas não basta a música ser boa porque isto é como ter um Ferrari e não saber conduzi-lo. Há que saber aplicar a música nos momentos exatos, mas também o tipo de música para determinadas situações e isso é feito de forma categórica.

Os diálogos e as vozes das personagens, principalmente dos membros do gangue, estão com uma distinção exímia em termos de performance. A Rockstar sempre soube criar personagens bastante peculiares e marcantes, seja pelos seus comportamentos, filosofias ou carisma e RDR 2 não fica atrás. É-nos apresentado um leque de vozes extraordinárias e que acrescentam uma camada extra de veracidade e encaixe no espaço temporal em que o título se encontra. Os sons da natureza não se ficam atrás e desde ao som da água, passando pelos animais e acabando em momentos de tempestades com trovoadas de fundo, tudo está sublime. Preparem-se para um concerto ao vivo em pleno velho Oeste.

Todos sabemos que os jogos de mundo aberto, são o cenário perfeito para a abundância de bugs mas, muito sinceramente, raramente me deparei com um. Uma das situações que me aconteceu foi quando cheguei a um bar em Saint Dennis e, pouco depois de começar a falar com o barman, algumas falas ficarem sem som, ficando as legendas a valerem ouro para poder perceber o que se passava. Assim que mudou a visão da câmara, tudo voltou ao normal. Fora isso, felizmente não tenho grandes situações a apontar.

rdr2_13

Preparem-se para um jogo com um ritmo bastante lento, mas que, ao mesmo tempo, irá proporcionar uma experiência e imersão no jogo como poucos conseguem. Pondo de lado todo o conteúdo secundário, estamos perante um título com várias dezenas de missões e horas até serem terminadas. Aconselho vivamente a não tentarem despachar rapidamente a campanha, mas sim, irem desfrutando aos poucos de tudo o que jogo tem para oferecer em termos de conteúdo. Seja caçar animais, apanhar uns ladrões, fazer tarefas diárias no acampamento, jogar jogos de mesa ou atravessar o imenso mapa sempre à espera que o incógnito aconteça, há sempre algo que pode ser feito para nos divertirmos. Antes de terminar, quero deixar uma palavra relativamente ao online, o qual entrará em fase de beta no final deste mês e que irá proporcionar, certamente, um multiplayer bastante recheado de conteúdo para os próximos anos, muito à semelhança de GTA V. Ainda assim, espero que façam algo diferente deste e lancem DLC de história também.

Se não vos conseguir convencer até agora do quão bom RDR 2 é, então resta terminar dizendo que este é um daqueles jogos que irá servir de inspiração para muitos títulos que irão sair durante os próximos anos no mercado, quer em termos de narrativa, como de mecânicas de jogo.

Red Dead Redemption 2 é um produto ímpar, não só no mundo dos videojogos, como também na indústria do Entretenimento.

EXCELENTE

positivo Excelente Narrativa
positivo Vertente do acampamento bem implementada
positivo Visuais diversificados
positivo Evolução da personalidade dos personagens
positivo As nossas decisões têm influência no desenrolar de alguns eventos
positivo Mundo aberto cheio de vida
positivo Conteúdo imenso e de qualidade
errado Nada que mereça destaque

Data de Lançamento: 26 de Outubro de 2018
Produtora: Rockstar Games
Editora: Rockstar Games
Género: Ação, Aventura
Disponível para: Playstation 4 e Xbox One

Análise feita na Playstation 4.

Anúncios

2 comentários

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s