Entrevistas

Entrevista ao produtor de Massive Galaxy

screenshot_1

Tive a oportunidade de falar um pouco com Gonçalo Monteiro, a pessoa que está por trás do jogo Massive Galaxy. Este é mais um projeto indie em Portugal que deverá sair durante este ano e que promete muitas horas de jogo e vários tipos de mecânica. Se são fãs do género, então não deixem de apoiar mais um projeto português.

 

Há quanto tempo existe o Massive Galaxy Studios? Massive Galaxy é o seu primeiro jogo?

O Massive Galaxy Studios existe informalmente desde 2015, mas o Massive Galaxy é o primeiro jogo comercial ‘premium’ que irei lançar, mas não é o primeiro jogo que faço.

Massive Galaxy Studios é um one man studio mas não pude deixar de reparar que existem várias pessoas a ajudar em diversas áreas. Seria impossível fazer o jogo sem essa ajuda extra?

​É​ possível lançar um jogo sozinho, mas isso demoraria bastante tempo e não teria o resultado final que uma equipa pode trazer. Penso que é importante ter pessoas especializadas para a música e a arte por exemplo, mas vai sempre depender do tipo de jogo e o estilo da arte.

Como surgiu a ideia para Massive Galaxy e quais as suas maiores inspirações?

Existe uma influência óbvia dos antigos jogos de aventuras gráficas, lançados para PC no início da década de 90. Jogos como The Dig, Space Quest, The Secret of Monkey Island, Beneath a Steel Sky como também Another World, Flashback são apenas alguns exemplos. O jogo também empresta elementos de jogos como o Elite, Freelancer, entre outros.

Pelo que pude ler do jogo, parece-me um projeto ambicioso. Há quanto tempo está a ser feito?

O desenvolvimento começou em 2015 de uma forma inicialmente muito lenta, mas só nos últimos dois anos tenho conseguido dedicar mais tempo ao projeto.

game_new_ss1

Para quem não conhece o jogo, o que nos podes contar sobre ele? Temática, contexto, jogabilidade, etc

O Massive Galaxy é um jogo que mistura dois géneros, aventuras gráficas ‘point and click’ e jogos de ‘space trading’ com elementos de combates por turno. O jogador pode explorar livremente vários planetas, estações espaciais, e o enredo tem múltiplas narrativas, onde certas decisões podem afetar o decorrer da história.

O jogo tem estado presente em alguns eventos? Se sim, como têm sido as reações do público?

O jogo esteve presente em alguns eventos nacionais, como o Lisboa Games Week 2016 e 2017, e eventos internacionais como o Casual Connect Berlim em 2017 e AdventureX, em Londres, também em 2017. Expor uma aventura gráfica em inglês não é fácil, principalmente num evento em Portugal que traga muitas crianças. Mas para quem conhece o género, as reações têm sido positivas, apesar de o jogo ter sido exibido em diferentes fases de desenvolvimento.

game_ss4

Para quando está previsto o lançamento? Em princípio será apenas para PC ou existem alguns planos secretos no cofre para outras plataformas?

Para já estou focado no lançamento para PC / Steam em 2019, mas ainda é demasiado cedo para saber se conseguirei lançar noutras plataformas.

​​Suponho que já existam muitas ideias para o próximo projeto. É algo para começar a trabalhar logo após o lançamento de Massive Galaxy? O que nos podes contar sobre isso.

Já tenho estado a trabalhar, aos poucos, no próximo projeto que até já foi apresentado, numa versão ‘pre-alpha’, no Indie X na Lisboa Games Week 2018. Tem o título provisório de Proxima Centauri e será um jogo de estratégia ‘4X’ por turnos.

A indústria dos videojogos em Portugal parece estar a evoluir de forma positiva. Qual a tua opinião sobre o progresso feito nos últimos anos e nos apoios a todas as entidades envolvidas?

A indústria de videojogos ‘indie’ em Portugal tem crescido imenso, e o apoio de algumas organizações em eventos tem sido notório. Mas se falarmos de entidades governamentais, não tenho conhecimento de ter havido qualquer apoio.

Há quanto tempo estás envolvido nesta indústria? Existe algum momento que queiras destacar?  

Cheguei a desenvolver alguns jogos casuais em algumas empresas nacionais, desde 2009, mas o destaque seria para os eventos mais recentes como o Indie Dome e Indie X integrados no Lisboa Games Week.

game_ss1

Para quem faz jogos, acredito que o tempo para jogar não seja muito e a paciência também não ajude, pois passaram o dia todo de volta de um. Existe algum jogo que andes a jogar agora ou estás de olho em algum que vai sair este ano?

Pelo contrário, jogo bastantes jogos e penso que é importante conhecer e explorar o que a indústria lança no mercado. Recentemente tenho jogado uma boa variedade de géneros como Wargroove, Thimbleweed Park e Apex Legends. Existem muitos jogos interessantes a serem lançados este ano, mas nos próximos meses estou atento ao Gibbous – A Cthulhu Adventure e recentemente a expansão do Civilization VI : Gathering Storm.

Quero agradecer mais uma vez o tempo que disponibilizaste para responder às questões mas, antes de terminarmos, diz-nos onde é que o público poderá encontrar mais informações sobre o estúdio e o jogo. 

Basta ir a http://www.massivegalaxy.com
Encontram lá o link para a página do Steam e podem também acompanhar o desenvolvimento nas redes sociais.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s