Artigos

Conferência da Ubisoft na E3 2019 – Dois amigos à conversa

Ubisoft E3 2019

ubi2019e3

E chegou a vez da Ubisoft mostrar as suas propriedades para os próximos meses. Vamos lá ver o que os nossos amigos têm a dizer.

Casual: Ora cá estamos. Segunda-feira à noite, uma que é sempre longa com a habitual Sony a terminar, mas que esta ano não será assim. Como é costume dizer, “só faz falta quem cá está”. O que achaste da conferência da Ubisoft? Estou um pouco confuso com tudo o que vi. Por entre algumas falhas na apresentação e aqueles momentos manhosos, sinceramente não houve nenhum jogo que me fizesse saltar do sofá.

 

 

Hardcore: Infelizmente, partilho da mesma opinião. Essencialmente, a empresa continua a apostar nas sagas dos últimos anos. É certo que tenta inovar dentro delas e dar mais atenção às comunidades de cada um, mas para o público em geral, para que serve isso? Para nada basicamente. Começamos com o Watch Dogs: Legion, mais um jogo leaked antes do tempo. Tal como a transmissão da Ubisoft na Segunda-feira, também o leak de jogos da empresa antes da conferência é uma tradição. Quanto ao jogo, sinceramente é um título que não tenho muito interesse, apesar de a demo não ter desapontado. A minha opinião quanto a estas sequelas é que mudam os visuais e aplicam algumas novidades, mas nada de extraordinariamente revelante. Ok,  no máximo, o podermos controlar qualquer npc no jogo parece forte o suficiente para incentivar a jogar.

Casual: Também tenho as minhas dúvidas, sinceramente. Lá no fundo, acho que vamos bater no mesmo, embora a parte da morte permanente dos npc’s possa adicionar algum impacto à jogabilidade.

 

 

Casual: Depois do Watch Dogs, mostraram várias coisas como DLC para Rainbow Six Siege e jogos mobile. São duas coisas que não me dizem nada.

Hardcore: A única coisa que quero falar positiva do Rainbow Six Siege é o continuo apoio ao título depois de tantos anos. Acho que a Ubisoft deveria fazer o mesmo com outros jogos em vez de estar sempre constantemente a lançar sequelas com novas skins. Estão a fazer o mesmo no For Honor onde agora vão disponibilizar mais um evento – Shadows of the Hitokiri. Ok, não é bem conteúdo para sempre, mas pelo menos continuam a ter atualizações.

 

 

Casual: Falaram do novo Ghost Recon Breakpoint, onde até apareceu o ator Jon Bernthal (Walking Dead, Punisher) em palco para falar um pouco sobre o seu papel.

Hardcore: Estava à espera que mostrassem um vídeo de jogabilidade, mas nada…

 

 

Hardcore: O que me deixou interessado foi o novo Rainbow Six Quarantine. Jogo co-op  em formato PvE. Vamos ver o que sai daqui.

Casual: Sim, parece que teremos zombies ou qualquer ou tipo de inimigos… meio.. contaminados. Podemos ver alguma transformação no braço de um dos jogadores no trailer, o que dá a entender isso, tal como o próprio nome. Não digo que a temática já não esteja desgastada, mas acho que quando é bem aplicada, é sempre bem vinda.

 

Hardcore: Pelo meio disto, ainda meteram o Just Dance que faz 10 anos. Como é algo que tenho zero interesse, siga para outro.  Mostraram os conteúdos grátis que irão sair durante este ano para o Division 2. Não me pareceram maus, mas o melhor de tudo é que serão grátis. Disseram também que será possível jogar Division 2 de forma gratuita entre 13 a 16 de Junho, ou seja, já no final desta semana. Vou aproveitar a oportunidade pois gostei bastante do primeiro.

 

Casual: Também falaram do seu novo serviço Uplay+, o qual vai estar disponível no PC e mais tarde no Google Stadia. O custo será de €14,99 por mês com acesso a mais de 100 títulos da empresa, sejam jogos antigos ou novos, incluíndo as edições limitadas. Sinceramente, não me cativou muito pelo facto de não estar disponível para as consolas. Verdade seja dita, o público vai ter de optar (no geral), por alguns dos serviços, não estou a ver a maioria dos jogadores com os serviços de Xbox Game Pass, EA Access, Playstation Now, Google Stadia e agora Uplay+. Devo ter-me esquecido de algum… Na verdade, a maioria nem sequer está interessada nestes serviços. Suponho que durante a próxima geração isto vá mudar drasticamente.

 

 

Hardcore: Depois falaram ainda o jogo que já tinha sido leaked para variar. É o tal de “patinagem” chamado Roller Champions. É um jogo free to play exclusivamente para computador. A única coisa positiva que tiro deste título é a originalidade (Rocket League…?), à qual a Ubisoft tinha uma grande amizade há uns anos. De resto, zero interesse para mim.

 

 

Casual: A última coisa que quero mencionar é na verdade o último anúncio da noite. Estou a falar de Gods and Monsters, um jogo que respira Breath of the Wild por todo o lado e está a ser feito pelos criadores de Assassin’s Creed Odyssey. Da maneira como falaram, deram a entender que o jogo ainda ia demorar para sair, mas na verdade, o trailer mostrou 25 de Fevereiro de 2020…

Hardcore: A forma como falaram no anúncio dava de facto a entender uma data mais longe, mas afinal não. O jogo tem certamente um aspeto bastante cativante e é impossível negar a sua beleza. Vamos ver o que sai daqui, mas falaram que teríamos mais novidades no Inverno. Video Game Awards? Talvez. Quem sabe. Por mim está tudo dito! Não sei se vou voltar para falar de mais alguma conferência, mas caso não apareça, até um dia destes!

 

 

Anúncios

2 comentários

    1. É, o Gods parece mesmo ser a tua praia. Também estou um pouco curioso, mas a ver vamos que sai dali. Sinceramente, não gostei muito do design do personagem, mas resta esperar para ver.

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s