Análises

eFootball PES 2020 – Análise

pes2020_1.jpg

Setembro já chegou e, tal como manda a tradição, o novo Pro Evolution Soccer chegou no mesmo comboio. Desculpem, eFootball PES 2020… Todos sabemos que o eSports está cada vez mais a ficar mainstream, mas daí a alterar o nome de um jogo com quase duas décadas de existência… Enfim, na prática não muda nada para além do título ficar mais logo, mas também suspeito que todos irão continuar a mencionar apenas PES e não o que vem antes. Peço desculpa pela divagação. Seguindo…

PES 2020 traz algumas novidades e uma das que se destaca logo desde o primeiro momento, é a restruturação visual dos menus e toda a sua palete de cores. Visualmente mais apelativo e minimalista. Todos os modos de jogos sofreram alterações positivas nesta aspeto e acho que tornam a vida do jogador bem mais facilitada e prazerosa na hora de navegar os menus.

Outra das novidades é o Matchday onde existem desafios semanais e os jogadores escolhem uma de duas equipas para participar num encontro. Os resultados serão acumulados até uma fase final, onde o melhor jogador de cada lado irá representar o clube numa final. Em termos práticos, muito sinceramente, não sei até que ponto esta é uma adição de grande importância ao jogo, mas certamente que irá agradar a uma parte do público.

pes2020_2.jpg

PES sempre foi muito à base da Master League e obviamente que este continua a ser um dos modos principais do título. Em termos de funcionalidades novas, podemos agora escolher o perfil visual de vários nomes conhecidos no futebol como Johan Cruyff, Maradona, Zico, Romário, Lothar Matthaus, Ruud Gullit, entre muitos outros. Na prática, cada vez que estiver a dar um vídeo, iremos ver essa personagem conhecida. Estamos falar de conferências de imprensa, momentos durante o jogo ou ainda em situações dentro das instalações do clube. Fora isto, não tem grande impacto e retira a possibilidade de podermos criar o nosso próprio treinador. No que toca ainda às conferências de imprensa, os vídeos são muito repetitivos e, apesar da hipótese de escolha múltipla nas respostas, rapidamente se tornam aborrecidos de ver. Os modos myClub e o Rumo ao Estrelato tiveram pequenos ajustes, mas nada que eleve o patamar da qualidade dos mesmos ou que mereça salientar.

pes2020_3.jpg

Este ano o jogo conta com clubes inteiramente licenciados como Barcelona, Juventus, Bayern de Munique, Arsenal, Manchester United, entre outros fora da Europa. Para além de todos os jogadores e equipamentos, também os respetivos estádios estão fielmente representados de forma oficial. Na verdade, este é o único jogo onde poderão jogar com a Juventus de forma oficial, bem como o respetivo estádio, pois os direitos foram adquiridos pela Konami. Mas as licenças não ficam por aqui! Durante o próximo ano, o jogo irá receber um DLC gratuito do UEFA Euro 2020 com toda a competição em si. Isto já aconteceu previamente no FIFA e agora chegou a vez o PES. É sem dúvida um conteúdo bem-vindo e que pode aumentar ainda mais a longevidade do jogo, poucos meses antes do lançamento do novo título.

pes2020_4.jpg

Em termos de jogabilidade, existem algumas melhorias ao nível do controlo da bola, mas também no posicionamento dos jogadores em campo e respetivas respostas conforme o momento do jogo. Houve um cuidado especial no que toca ao drible da bola. O estúdio contou com a ajuda de Andrés Iniesta, para dar umas dicas de forma a estas serem aplicadas da forma mais real possível no jogo. Na teoria, é possível usar o analógico direito para certos movimentos em situações mais apertadas, de forma a conseguirmos escapar aos adversários, mas sem nunca mudar a nossa trajetória. O jogo contém um vídeo onde mostra o Iniesta a falar com alguns produtores do jogo e a explicar melhor a mecânica.

pes2020_5.jpg

Estamos perante um título visualmente impressionante, onde as caras dos jogadores e respetivas expressões conseguem atingir um novo nível de qualidade. O público nas bancadas é do melhor que já vi e parecem reais em muitos dos casos, fazendo esquecer aquele gráfico estranho que sempre se viu na “zona das cadeiras”.

Como já é habitual, existem comentários em Português mas, no espaço de poucas horas, rapidamente se começam a tornar repetitivos. Penso que deveria ser investida uma maior dedicação neste aspeto, pois estamos a falar de um jogo que é suposto durar dezenas de horas, para não dizer centenas.

Será eFootball PES 2020 o melhor jogo de futebol deste ano? Talvez sim, talvez não. No fim das contas, acho que vai muito da preferência pessoal e naquilo que cada um de nós procura num jogo anual como este.

A nível geral, PES 2020 não desilude e o jogo deste ano continua a oferecer diversos modos capazes de satisfazer os diferentes tipos de jogador durante horas a fio. Quer a preferência seja mais a nível online ou single-player, a oferta continua de qualidade e as centenas de horas de jogo estão mais uma vez garantidas.

positivo Graficamente impressionante
positivo Pequenos ajustes na jogabilidade que se refletem positivamente em campo
positivo Licença do UEFA EURO 2020, o qual será adicionado como futuro DLC gratuito
errado Os diferentes modos de jogos foram alvos de poucas melhorias significativas

Data de Lançamento: 10 de Setembro de 2019
Produtora: Konami
Editora: Konami
Género: Desporto
Disponível para: Microsoft Windows, Xbox One e Playstation 4

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise por parte da Ecoplay.

 

Categorias:Análises

Tagged as: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s