Control – Análise

control

A Remedy Entertainment é conhecida pelas suas boas narrativas e todo o ambiente misterioso e intenso que consegue criar nos seus jogos. Control não foge à regra, muito pelo contrário. Na minha opinião, Control tem a melhor narrativa de sempre da empresa devido a várias razões: a forma como é contada e apresentada, bem como a sua evolução se reflete diretamente no comportamento dos personagens e impacto no mundo.

 

Uma narrativa à lá Remedy

A história de Control gira em torno de Jesse Faden, a nova diretora de uma entidade Governamental Americana não oficial. Jesse assume as funções e entra de imediato em ação pois, para além das suas questões pessoais, também o edifício onde tudo tem lugar, está sob uma ameaça paranormal derivado a vários eventos do mesmo tipo. Jesse procura o seu irmão, o qual desapareceu há muitos anos após determinados eventos, e desconfia que ele estará no The Oldest House – edifício onde o jogo se passa.

 

controlcombate.jpg

 

Combate e exploração de excelência

O combate de Control é intenso e obriga-nos a estar sempre concentrados. Os inimigos humanos são acessíveis, mas é nos paranormais que as coisas podem tornar-se mais caóticas. Com o progresso do jogo, vamos obtendo “poderes” que nos permitem controlar inimigos, atirar diversos tipos de objetos, voar e muito mais. Todas estas mecânicas fazem o sistema de combate sempre entusiasmante e permite mil e uma formas de abordagem. Sem dúvida, uma das minhas partes preferidas do jogo.

Para além do incrível sistema de físicas no combate, também a nossa arma é especial e tem diversas variantes, cada uma com uma forma de atuar diferente da anterior. Cada uma delas serve para situações ou inimigos específicos e esta pode ainda ser alvo de melhoramentos.

Existe uma árvore de habilidades onde podemos melhorar diversos aspetos: mais vida, mais energia ou melhorar as capacidades dos “superpoderes”. Estas vão sendo desbloqueadas ao longo da história, mas existe também conteúdo secundária que será necessário caso queiram melhorar tudo. Algumas das missões secundárias são muito interessantes, diria até obrigatórias para entenderem mais sobre o mundo de Control.

 

controlarquitetura.jpg

 

Arquitetura em videojogos

Control é um deslumbre visual. Os seus pormenores arquitetónicos são incríveis e talvez o melhor e mais arrojado que já se viu nos videojogos nesse aspeto. Os detalhes e caracterização dos diversos locais do edifício são excelentes e mais incrível ainda quando muito do seu conteúdo por ser utilizado em combate.

A iluminação está surreal e faz toda a diferença num jogo como estes, onde a apresentação é tem um papel importantíssimo na recriação do ambiente.

A banda sonora presente em Control é muito boa e os efeitos sonoros não ficam atrás. Destaque para os sussurros que se vão ouvindo em muitos dos compartimentos do edifício, os quais acabam por gerar sempre uma inquietação a tempo inteiro.

 

controlvideo.jpg

 

Existem alguns problemas de controlo…

Infelizmente, o jogo sofre de alguns problemas técnicos, principalmente nas consolas base. Joguei numa Playstation 4 normal e foram algumas as situações em que se foi notória a quebra de frames. Só não foi mais pois o jogo já foi alvo de várias patches que têm vindo a corrigir muitos desses problemas. É em situações de maior caos no ecrã, nomeadamente em combate, que este problema acontece. Outra situação ainda, mas que segundo sei, acontece em todas as plataformas, é o jogo encravar temporariamente após tirar da pausa.

O mapa de jogo é outro ponto que podia estar um pouco melhor. Não existe uma distinção entre os diversos pisos e isso pode levar a muita confusão inicialmente. Eventualmente, dá para perceber que as zonas mais escuras no mapa, são aquelas que, por norma, estão em pisos superiores. Seja como for, acredito que podia ter sido feito algo mais claro de se entender inicialmente.

 

 

Control é um jogo fenomenal em todos os aspetos. A sua excelente jogabilidade, acompanhada por uma não menos inteligente narrativa, proporcionam uma das melhores experiências em 2019. Se gostam de jogos de ação, com foco em narrativa e um bom sistema de combate, então não hesitem em jogar Control.

 

positivo Muito boa narrativa
positivo Jogabilidade intensa e variada
positivo Arquitetura incrível do edifício

errado Alguns problemas de frame rate
errado Mapa de jogo confuso inicialmente

Data de Lançamento: 27 de Agosto de 2019
Produtora: Remedy Entertainment
Editora: 505 Games
Género: Ação, Aventura
Disponível para: Playstation 4, Xbox One e Microsoft Windows

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.