5 Excelentes Personagens Secundários

majima

 

Atenção!! Possíveis spoilers!!

 

Os personagens que se seguem tiveram, para mim, um grande impacto na experiência dos respetivos jogos. Seja pela sua forma de estar ou pelas suas falas em determinados momentos, acredito que os jogos em causa não seriam o mesmo se estes personagens não existissem.

É óbvio que o personagem principal é sempre o alvo de maior foco, mas se existir alguém a seu lado que lhe possa dar ainda mais brilho, então estes são alguns dos casos. Alguns dos nomes que se seguem, podem ser controlados em determinados jogos mas, ainda assim, no geral, acabam por ser sempre alguém secundário e que nos acompanha ao longo da aventura. Alguns deles podem até ser considerados principais, mas não quis deixá-los de fora.

Antes de começar, quero apenas dizer que, obviamente, os nomes que se seguem são alguns dos meus favoritos e não significa de todo que sejam os melhores neste assunto.

No final, não hesitem em deixar um comentário com os vossos nomes preferidos.

 

 

Captain Price (Call of Duty: Modern Warfare 2019)

mw2019captainprice

 

Com a sua primeira aparência em Call of Duty 4: Modern Warfare (2007), Captain Price começou a destacar-se como o personagem mais carismático da saga Modern Warfare desde esse momento. A “versão” do personagem que quero mencionar é relativamente à última entrada na série Call of Duty. O seu humor sempre muito peculiar e a sua forma de estar, seja em momentos de tensão ou mais relaxados, deixou-me sempre com um largo sorriso na cara. O incrível “motion capture” efetuado no reboot de Modern Warfare, acaba por elevar ainda mais a veracidade de Price e toda a sua composição enquanto personagem. Muito sinceramente, espero que este último Modern Warfare não tenha sido a sua última aparição.

 

 

Chloe Price (Life is Strange – Primeira Temporada)

chloeprice

 

Sim, um segundo personagem “Price”. Será coincidência? Talvez não. Chloe Price é um personagem com grande destaque na primeira temporada de Life is Strange. É uma jovem rebelde que gosta de se divertir à grande, sem pensar nas consequências dos seus atos. É também alguém com elevados níveis de depressão devido ao desaparecimento da sua melhor amiga, Rachel Amber. Acima de tudo, um personagem que acompanha Max (personagem principal) durante toda a aventura da primeira temporada, e que acaba por tornar toda a experiência ainda mais interessante. Na verdade, a decisão final da temporada irá estar relacionada com Chloe, o que lhe dá ainda mais destaque.

 

Clementine (The Walking Dead – Primeira Temporada)

clementinetwd

 

Clementine tornou a nossa tarefa na primeira temporada ainda mais árdua do que já era. O termos de cuidar de uma criança indefesa, num ambiente hostil como é o apocalipse zombie, não foi tarefa fácil. O desfecho da temporada, conseguiu dar-lhe ainda mais importância, tendo em conta os eventos finais. A partir daqui, as temporadas seguintes levaram-nos a presenciar o seu crescimento e, ao mesmo tempo, a nunca esquecer como tudo começou.

 

 

Delilah (Firewatch)

delilah

 

Para muitos, esta pode ser uma escolha algo estranha. Porém, para mim, foi alguém bem importante na minha aventura em Firewatch. Delilah é a voz por trás do intercomunicador, a voz que nos guia durante toda a aventura, ou grande parte dela. O seu humor algo sarcástico também foi um dos aspetos que gostei da sua personalidade e que se notou bem cedo.

O progresso no jogo faz-nos conhecer um pouco melhor o personagem e quando existe um silêncio na comunicação, acabei por achar falta da sua conversa, fosse esta mais séria ou em tom de brincadeira. Delilah acaba por ser um personagem algo misterioso mas, ao mesmo tempo, familiar quando estamos em contacto. Apesar de nunca a conhecermos pessoalmente, a sua voz foi poderosa o suficiente para me sentir acompanhado numa aventura bastante solitária no que toca ao contacto humano.

 

 

Goro Majima (Série Yakuza)

majima

 

Apesar de podermos controlar Goro Majima em Yakuza 0, Yakuza: Dead Souls e Yakuza Kiwami 2, vejo este personagem como alguém secundário na série Yakuza. Isto porque só ao fim dos quatros principais jogos da série, em termos de narrativa, é que tivemos a oportunidade de jogar com ele. É em Yakuza: Dead Souls, um spin off, que nos é permitido pela primeira vez estar na pele deste personagem tão peculiar. A sua excentricidade é única e a sua forma de estar em combate também. É em Yakuza 0 que temos a oportunidade de jogar novamente com ele; presenciar o seu crescimento como personagem na série e descobrir o porquê da pala no olho, entre muitas outras situações ocultas até aquele momento.

Em Yakuza Kiwami, Majima tem uma “adoração” especial pelo personagem principal da série, Kazuma Kiryu, e persegue-o constantemente nas ruas sempre com o objetivo de um novo confronto. Poderá parecer estranho mas, de certa forma, isto está ligado diretamente aos acontecimentos de Yakuza 0. Acima de tudo, para todos aqueles que gostam de Yakuza ou que ainda não tiveram a possibilidade de jogar nenhum jogo da saga, Goro Majima é um personagem que não passa nada despercebido.

 

 

 

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.