Análises

Doom Eternal – Análise

doometernalanalise

 

Doom é um abuso. É abuso porque é tudo em grandes quantidades. Toneladas de munições, demónios por todo o lado, altos decibéis e uma adrenalina sempre a bater no vermelho. Doom Eternal é tão intenso quanto esperava. Na verdade, o jogo conseguiu superar as minhas expectativas em vários campos. Vamos lá falar um pouco sobre eles.

No que toca à história, sabemos bem que esse não é o forte da série. Em Doom Eternal, regressamos à Terra e verificamos que foi, mais uma vez, alvo de uma invasão demoníaca. Sim, outra vez esta rapaziada… Mais do mesmo, mas isso pouco importa.

 

deternal1

 

Algo que se destaca à partida é o ênfase no sistema de plataformas. Agora podemos agarrar-nos a algumas paredes e atravessarmos grandes áreas através de estruturas próprias para tal nos cenários. Na maioria dos casos, este tipo de situações aparece entre as várias arenas de combate. São momentos de pura exploração onde, muitas vezes, se encontram diversos tipos de itens para apanhar, com os quais podemos melhorar o Slayer e as armas, entre outras coisas. Na verdade, este sistema de plataformas pode muitas vezes ser usado em combate, pois as arenas estão preparadas para tal. Isso dá um grande dinamismo na hora dos confrontos, pois é obrigatório estarmos sempre em movimento.

 

deternal2

 

Vamos às armas. O arsenal de Doom sempre foi robusto e capaz de satisfazer qualquer um. Desde a famosa caçadeira e clássica BFG, passando pela metralhadora, lança-rockets, motoserra, entre muitas outras, há de tudo um pouco. O arsenal vai ficando disponível com o progresso do jogo, tal como diversas funcionalidade de cada arma. Para além da forma normal de atuar, a maior parte delas tem ainda dois modos específicos, onde só um deles pode estar ativo de cada vez. Cabe ao jogador perceber qual o melhor modo para investir os pontos e tirar o máximo partido das suas capacidades. A oferta é variada e caso explorem bem todos os locais dos mapas, não deverão ter problemas em obter a maioria dos melhoramentos.

 

deternal3

 

Quantos aos melhoramentos do Slayer, estes podem ter impacto no combate e na exploração. É possível melhorar a rapidez e eficácia dos golpes melee, das diversas granadas, do nosso lança-chamas presente no fato, entre outros aspetos. Obviamente que também é possível aumentar a nossa vida, escudo e quantidade de munição possível de carregar. Por acaso, este último aspeto fez-se notar claramente nas primeiras horas de jogo, onde fiquei com a impressão que estava quase sempre sem munição.

Não existe muita munição espalhada pelo mapa e o jogo quase que nos obriga a serrar alguns inimigos com esse objetivo. O serrar inimigos faz com que eles deixem munição e armadura. Porém, o jogo não nos deixa andar a serrar a toda a hora, até porque também é necessário combustível para a motoserra funcionar. Basicamente, o jogo obriga-nos a ser inteligentes e eficazes no que toca ao consumo de munição e abordagem ao combate.

Os inimigos de Doom não são propriamente assustadores, mas é a sua forma de agir em combate que me causa algum pânico inicialmente. Cada um deles tem um ponto fraco, tal como uma arma à qual são mais vulneráveis. Nesse aspeto, o jogo dá algumas dicas mas só quando derrotamos o inimigo pela primeira vez.

 

deternal5

 

Apesar de ter jogado Doom Eternal naquela que é a versão mais fraca em termos visuais e performance, não pude deixar de ficar espantando com o resultado final. O jogo correu sempre bem e sem grandes problemas de frame rate. Na verdade, não me recordo propriamente de um momento em que tenha sentido o jogo a ceder ao excedente de inimigos no ecrã. Quanto ao design dos níveis, existe uma boa variedade. Para se sincero, alguns deles lembraram-me um pouco parte dos cenários de Gears of War ou The Outer Worlds, pelas suas estruturas ou cores. E quem não se lembra da excelente banda sonora do reboot de Doom? Pois é, a mesma qualidade sonora está presente em Eternal e a intensidade da mesma, injeta-nos com a adrenalina necessária para aniquilar tudo o que se mexe.

 

deternal7

 

Antes de falar um pouco do modo online, quero apenas mencionar que temos um “hub” no modo single-player. Entre as diversões missões da campanha, podemos andar pela nossa casa e desbloquear algumas melhorias disponíveis por lá, bem como ativar bandas sonoras de alguns dos jogos da empresa. É claro que isto precisa ser desbloqueado durante as missões, para posteriormente poder ser usado. É uma pequena adição, mas que acaba por disponibilizar aquela zona de conforto que alguns jogos já começam a oferecer.

 

deternal6

 

O multiplayer de Doom Eternal não foi esquecido e o foco vai para o modo Battlemode. Consiste numa batalha de 1 x 2 – Slayer x Demónios. Podemos jogar com qualquer um dos lados, onde no caso dos Demónios, temos vários à nossa disposição. O multiplayer conta com um tutorial para ajudar a perceber algumas das mecânicas, principalmente do lado dos Demónios. Existem vários pormenores a ter em conta e acaba por explicar as diversas habilidades que podemos usar, entre as quais, a possibilidade de criarmos “pequenos” inimigos para servir de carne para canhão contra o Slayer.

As rondas são à melhor de cinco e, entre cada uma delas, o jogo permite escolher uma habilidade para nos reforçarmos e tentar virar o ritmo de jogo. Se jogarmos com o Slayer, temos todo o arsenal à nossa disposição. Porém, de forma a ganharmos uma ronda, temos de eliminar os dois demónios num determinado espaço de tempo. Isto quer dizer que, caso eliminem um deles, têm x segundos para tentar eliminar o segundo pois, caso contrário, ele vai fazer spawn e entrar novamente em combate. Em suma, é um modo de jogo que pode durar muito tempo. No que toca à conexão das partidas, não tive qualquer problema nas várias que joguei. Battlemode acaba por ser uma boa surpresa e que pode facilmente oferecer dezenas de horas de divertimento.

 

deternal8

 

Não tenho muitas razões de queixa de Doom Eternal, mas quero mencionar um aspeto que não me agradou. Durante as primeiras duas horas sensivelmente, o jogo esteve constantemente a introduzir novas mecânicas. A dada altura, senti-me um pouco perdido com tantas mecânicas disponíveis inicialmente, ao ponto de começar a questionar quais as combinações de botões que faziam o quê e qual seria o melhor momento para usá-las. Atenção, não estou a queixar-me de ter demasiadas funções, muito pelo contrário. Estou a queixar-me é das mesmas serem introduzidas umas atrás das outras e nem dar tempo para assimilar as suas funcionalidades. Compreendo que Doom significa ação a tempo inteiro e o estúdio quis colocar tudo à disposição do jogador o mais rapidamente possível, mas também acho que podia ter sido feito de forma mais gradual.

 

deternal4

 

Doom Eternal é muito mais que uma simples sequela. O sistema de plataformas foi melhorado, temos novas armas e vasto de leque de personalização, bem como excelentes arenas de combate. O jogo é bastante exigente mas, ao mesmo tempo, compensa o jogador que joga de forma inteligente e não se resume a pressionar o gatilho desenfreadamente. Com tudo isto, quero dizer que Doom Eternal é facilmente um dos melhores FPS desta geração. Desculpem, deixem-me retificar esta frase. Doom Eternal é facilmente um dos melhores FPS de sempre.

 

positivo Um arsenal para todos os gostos
positivo Ação imparável e intensa
positivo Visuais e design dos níveis
positivo Battlemode é divertido
positivo Banda Sonora

errado Demasiadas mecânicas introduzidas num curto espaço de tempo

Data de Lançamento: 20 de Março de 2020
Produtora: id Software
Editora: Bethesda
Género: Ação, FPS
Disponível para: Microsoft Windows, Playstation 4, Xbox One e Google Stadia

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise (Xbox One) por parte da Ecoplay

1 reply »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.