5 jogos que gostaria de ver uma sequela

jogossequela

 

Hoje em dia, existe uma oferta enorme de jogos para qualquer plataforma. Vivemos numa altura em que muitas destas plataformas, até oferecem jogos grátis de forma consistente e, por isso, acaba por nunca haver falta de produtos novos para consumir.

PORÉM, há jogos que não podem ser esquecidos. São títulos que, em muitos casos, têm um brilho muito próprio e que merecem uma sequela. A maioria dos jogos que se seguem, não tiveram os resultados financeiros esperados ou talvez uma boa receção por parte da crítica. Ainda assim, gostaria de ver uma sequela para os nomes que se seguem.

 

 

 

WET

 

Assim que vi o trailer do anúncio de WET, sabia que tinha de jogar um título tão cheio de estilo. Quem é que pode negar as toneladas de divertimento ao andar com duas pistolas e uma espada, ao mesmo tempo que executávamos acrobacias e eliminávamos quem quer que se metesse no nosso caminho? Apesar de não estarmos perante um título graficamente espetacular, era toda a sua apresentação que lhe dava uma personalidade bastante única. Desde os visuais, passando pela excelente música que encaixava que nem uma luva no estilo de jogo, WET foi para mim uma grande experiência na geração passada. Na altura, joguei com uma cópia do site para o qual trabalhava, então acabei por nunca possuir uma cópia do jogo. Já tentei arranjar digital, mas parece que não estava disponível por cá. Enfim, resta esperar por um milagre agora.

 

 

Sleeping Dogs

 

Para quem não reparou, falei recentemente de Sleeping Dogs aqui no site, num artigo dedicado exclusivamente ao jogo. Um título que teve origens na velhinha série True Crime, mas que depois passou por várias fases de produção, terminando no jogo que todos conhecemos. Ou quase todos… Sleeping Dogs representa um mundo aberto asiático como pouco se vê atualmente no mercado. A narrativa é consideravelmente boa e o conjunto de personagens também. Seja neste espaço temporal, ou noutro qualquer, o quão bom seria voltar à cidade de Sleeping Dogs? Muito!

 

 

The Saboteur

 

Quem é que não se lembra de andarmos em França a rebentar com tudo o que era infraestrutura Nazi? Provavelmente, muito poucas pessoas. Porém, lembro-me quase como se fosse hoje. Quase!! O mundo do jogo era todo virado para o negro, simbolismo da opressão Nazi em território Francês, e o nosso objetivo era ir rebentando com essa influência germânica. Uma vez objetivo cumprido, a zona ganhava cor, simbolismo da liberdade. O mundo em si não era fantástico, mas The Saboteur tinha uma pinta muito única, mas que não foi forte o suficiente para arrancar uma segunda pintura.

 

 

Mad Max

 

Digam o que disseram, adorei Mad Max. Este é um jogo com um cenário muito único e isso faz dele algo especial. Não sei quanto a vocês, mas adorava conduzir a alta velocidade pelo deserto, enquanto rebentava com outras viaturas inimigas. O combate entre carros era qualquer coisa de… explosivo! O roncar do carro em pleno silencioso deserto e as abordagens por grandes e perigosas tempestades de areia, são só alguns dos momentos que permanecem vivos na minha memória. O combate era muito potente, mas mais potente ainda era aquela caçadeira!! Ui! Que prazer disparar a arma mesmo em cima do inimigo. Gostava mesmo do jogo e muito provavelmente será por isso que consegui o troféu de Platina. Imagino que sem um novo filme, não haja novo jogo…

 

 

Bloodborne

 

O último jogo da lista é facilmente o mais bem sucedido em termos de vendas. Segundo me lembro, Hidetaka Miyazaki referiu várias vezes que este será um produto de um lançamento apenas. Poderá isto ser bluff? Poderá Bloodborne 2 ser um título de lançamento da Playstation 5? Poderá Bloodborne e Sekiro serem dois casos de sucesso, mas que nunca irão ganhar um 2 à frente? Bom, quem diz um “2”, diz outra coisa qualquer. Bloodborne: Death Remains. Bloodborne: True Blood. Sekiro: Shadows Keep Dying. Podíamos continuar o resto do dia. Ou da noite…

 

 

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

4 pensamentos

    1. Por acaso, fiquei ontem a saber que o jogo se encontra disponível na GOG! Em último caso, arranjo para PC com uma boa promoção.

      Gostar

  1. Sem dúvida que o Saboteur necessitava de uma sequela. Foi um jogo tão único que tenho pena de ter passado despercebido um pouco à conta de outros jogos com nomes mais sonantes que tinham algumas semelhanças.
    Sobre o Sleeping Dogs, também via com bons olhos uma sequela. Apesar de não achar tanto uma grande prioridade para mim.
    Preferia antes que o estúdio pudesse voltar a usar a série do True Crime e continuar daí (mas esquecendo que o New York City existiu).

    Assim de repente, gostaria era de sequelas para o Brütal Legend, Splinter Cell Conviction e Sonic Adventure 2.

    Liked by 1 person

    1. Sim, já faziam uma sequela do Conviction! Adorei o jogo também. Quanto ao Sabouteur e Sleeping Dogs, as vendas nunca foram o esperado por parte das editoras, mas nunca se sabe. Depende muito da EA e da Square-Enix, mas por esta altura duvido. Principalmente do Saboteur.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.