Ghostrunner – Impressões da Demo

Ghostrunner

 

Numa altura em que se vê cada vez mais o gênero cyberpunk a surgir como a temática da moda nos videojogos (tal como os zombies foram há uns anos), será necessário alguma criatividade para que muitos destes títulos se consigam destacar dos demais. Cruzei-me com Ghostrunner há uns meses e pareceu-me que tinha o mínimo potencial para ser algo engraçado e de qualidade. Agora que está finalmente disponível uma demo no Steam, não hesitei em fazer download e testar.

A demo é relativamente curta e terminei em cerca de 10 minutos, apesar das minhas várias mortes. Porém, é o suficiente para dar a entender aquilo que será o jogo em termos de jogabilidade. Combinem o parkour de Mirror’s Edge com toda uma temática cyberpunk e deverão conseguir imaginar facilmente parte do core de Ghostrunner.

A nossa mobilidade é bastante ágil, rápida e precisa, embora a movimentação entre plataformas só possa ser feita em determinados locais. Existem algumas zonas com diversas opções de abordagem, ficando ao nosso critério qual a melhor forma de o fazer. Para além de correr pelas paredes (numa movimentação sempre cheia de estilo), o jogo também oferece uma mecânica com um grappling hook (o famoso “gancho”), a qual nos dá uma maior mobilidade em certas áreas. Infelizmente, ou pelo menos na demo, não dá a entender que possamos usar estas mecânica em qualquer sítio mas, se assim acontecer, será extremamente bem-vindo pois as possibilidade serão imensas.

 

Ghostrunner_demo1

 

No que toca ao combate, temos uma espada bastante letal que elimina os inimigos com um só golpe. Todavia, também nós somos facilmente eliminados com um único golpe e é aqui que a pressão entra. Preparem-se para morrer várias vezes enquanto tentam decifrar qual a melhor forma de abordar um inimigo. Para ajudar nesta abordagem, o jogo oferece uma mecânica que vos permite abrandar o tempo. Este abrandamento faz com que nos consigamos desviar do ataque, ao mesmo tempo que sejamos projetados automaticamente na direção do inimigo para que o possamos executar. Se levarmos muito tempo ou a movimentação não for a melhor, então a nossa morte é praticamente um dado adquirido. Algo que me apercebi durante a demo foi a possibilidade de desviar as “balas” do inimigo com a espada, embora o timing tenha que ser perfeito. Suponho que esta “habilidade” possa ser desenvolvida com o tempo para ser mais facilmente usada em combate. Por falar em habilidade, espero que Ghostrunner possa ter um sistema de melhoramentos (ou a famosa skill tree), o qual poderá acabar por dar uma maior profundidade à jogabilidade

O jogo faz uma boa introdução ao combate, a qual nos dá tempo para interiorizar todo o seu mecanismo. No entanto, assim que entramos numa área com vários inimigos a disparar, as coisas tornam-se rapidamente um pouco mais caóticas. O jogo obriga-nos a ser bastante rápido e letais, tanto em termos de movimentação nos níveis, como na abordagem aos inimigos.

 

Ghostrunner_demo2

 

A banda sonora foi outro aspeto que adorei e que encaixa de forma perfeita em todo o espírito do jogo. Obviamente que estamos a falar de uma sonoridade muito synthwave, o qual acaba por ser o tipo de música que acompanha esta temática a tempo inteiro.

No que toca à história do jogo, segundo o site oficial (já que na demo nada é revelado), o nosso objetivo é derrotar a entidade responsável pela tecnologia que temos implementada no nosso corpo e, com isso, expor todos os seus segredos. Não estou com grandes expectativas quando à narrativa, pois é a sua jogabilidade e visuais que me atraem bastante. Se a história acabar por ter alguma qualidade, então melhor ainda.

Se a minha curiosidade por Ghostrunner já era alguma antes de jogar a demo, agora tenho a certeza que este será um jogo que não vou deixar passar ao lado.

Ghostrunner está previsto sair este ano para PC, Playstation 4 e Xbox One.

 

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.