Dorohedoro – A Primeira Temporada

dorohedoro

 

Dorohedoro estreou no início deste ano da televisão japonesa. Após ver o trailer (umas semanas antes dessa estreia), fiquei facilmente convencido que tinha de ver esta série. Dorohedoro foi diretamente adaptado do manga do mesmo nome, criado por Q Hayashida, e publicado entre 2000 a 2018. Conta com quase 20 anos de publicação, embora com alguns problemas pelo meio, incluindo algumas alterações forçadas entre editoras. Apesar de contar com todos estes anos de mercado, onde em 2009 até foi licenciada para ser distribuída em inglês pela Viz Media, nunca me tinha cruzado com tal nome. Felizmente, alguém decidiu pegar neste projeto e transformá-lo em anime.

 

dorohedoro4
Nikaido

 

O estúdio Mappa, responsável pela excelente produção de alguns animes nos últimos anos (e agora vai ficar a cargo da produção da última temporada de Attack on Titan), fez um excelente trabalho, inclusive nas sempre complicadas animações CGI, mas já lá vamos. Dorohedoro foi adicionado ao serviço da Netflix em Portugal, no passado dia 28 de Maio, e foi através dele que pude finalmente ver a série. Após consumir rapidamente os doze episódios, aqui fica a minha opinião sobre esta primeira temporada. Antes de começar, quero apenas dizer que evitei qualquer tipo de spoils, por isso podem ler sem preocupações.

 

dorohedoro5
Caiman

 

A história de Dorohedoro tem lugar num cenário apocalíptico onde existem duas dimensões. Por um lado, temos a dimensão dos humanos, a qual é denominada de Buraco e onde vale tudo para sobreviver. Por outro, a dimensão dos feiticeiros, onde habitam pessoas com certos poderes especiais. Quanto à narrativa mais propriamente dita, esta gira em torno de Caiman, o qual tem como objetivo descobrir a sua verdadeira identidade. Ao contrário do que possam imaginar, o personagem principal tem a cabeça de um réptil e isso resultou da magia de um feiticeiro. Caiman foi descoberto pela sua amiga Nikaido, caído numa viela após ter sido alvo de um ataque quase letal. Após ter salvo a sua vida, com a ajuda de um médico, passam as ser grandes amigos e a sua relação é bastante forte. Nikaido junta-se a Caiman para o ajudar a descobrir as suas origens e porque razão tem uma cabeça de réptil.

 

dorohedoro1
En – um dos vilões.

 

Confesso que não foi a narrativa que me deixou interessado inicialmente, até porque o trailer que me convenceu não dava ênfase a esse aspeto. Foi toda a sua animação e os cenários que me cativaram, bem como a pitada de violência durante alguns confrontos. Acima de tudo, quando vi o trailer, parecia que estava a ver algo feito nos anos 80 e 90, com todo um visual muito da velha guarda e, para mim, isso é excelente. Não quero de todo criticar a animação de hoje em dia, até porque há muita coisa boa, mas há um brilho especial em títulos animados naquele tempo, onde é impossível não mencionar nomes como Akira, Ghost in the Shell (filme original), Cowboy Bebop, entre muitos outros. Ok, a animação dos personagens em Dorohedoro é feita em CGI, mas pouco mais. Não sou de todo fã de anime deste género de produção, mas se gostar da história, vejo sem problemas. Como disse, tirando os personagens, o resto é essencialmente a animação clássica e com cenários muito detalhados e originais.

 

dorohedoro6
Quase como no Halloween.

 

No que toca aos personagens, Caima e Nikaido são claramente o foco da série. Todavia, existem muitos outros que, com o avançar da história, começam a ter mais tempo de ecrã, mas não vou falar sobre eles para não estragar surpresas. Apesar da primeira temporada ter apenas doze episódios, acham que ambos Caima e Nikaido foram alvo de um bom desenvolvimento. Adorei ver a relação destes dois personagens, tanto em momentos mais sérios, como em puras alturas de relaxamento. Na verdade, muitos destes momentos estão carregados de boa comédia, tal como a própria série no geral, e não estou somente a referir-me a estas dois personagens. Houve um episódio incrivelmente carregado de comédia e que me surpreendeu totalmente, pois por norma, eram apenas umas piadas aqui e ali. Sem dúvida, mais outro excelente ponto de Dorohedoro.

No que toca à banda sonora, as músicas de abertura e encerramento não foram propriamente temas que tivessem ficado na minha memória, mas quero destacar as diferentes animações presentes na música final. Algo originais e divertidas de observar.

 

 

Depois de ter vistos os doze episódios Dorohedoro, posso afirmar que conseguiu superar, de forma categórica, as minhas altas expectativas. Tirando os momentos iniciais onde tive de me adaptar à animação CGI dos personagens, tudo o resto estava delicioso de observar. Quero também destacar os excelentes e diferentes cenários que tão bem recriaram visual apocalíptico. Deixaram-me tão fascinado tal como se estivesse a observar um filme de anime de alta produção feito durante os anos 80 e 90.

O manga contém 23 volumes e esta primeira temporada adaptou apenas 8 deles, o que deixa ainda muito material para ser trabalhado. Infelizmente, ainda não foi confirmada uma segunda temporada e tudo está dependente do sucesso da primeira. Seja como for, as portas estão abertas para mais episódios, tendo em conta a forma como esta primeira temporada acaba.

Como já devem ter percebido neste momento, esta é uma série que aconselho vivamente. Acima de tudo, se gostam de uma história muito original, com uma boa dose de comédia à mistura e muita ação, então aconselho a darem uma oportunidade a Dorohedoro.

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.