Red Wings: Aces of the Sky – Análise

redwingsaces

 

Não é por acaso que quando se ouve falar sobre a primeira Guerra Mundial, um assunto bastante mencionado é o combate entre aviões. Em grande parte, tudo devido a um piloto do Exército Imperial Alemão chamado Manfred Freiherr von Richthofen. Para além de líder militar, Richthofen foi também o piloto com mais vitórias durante a guerra. O seu nobre título de Freiherr, juntamente com o facto de apenas pilotar aviões vermelhos, valeu-lhe a alcunha de Barão Vermelho.

De certeza absoluta que enquanto crianças, a maioria de nós já ouvir falar uma ou duas vezes sobre o Barão Vermelho, sem termos sequer conhecido a história da primeira Guerra Mundial. Isto porque, anos mais tarde, bandas desenhadas ou outras animações, vieram imortalizar não tanto o homem, mas sim o personagem e o que ele conseguia fazer aos comandos de um avião. Foi sob essa premissa que a All in! Games criou o seu mais recente título – um jogo ao estilo arcada sobre batalhas de aviões e ao qual chamou de Red Wings: Aces of the Sky.

 

redwingsaces5

 

Do a barrel roll!

Em vez de começar o modo história e arriscar a morrer vezes sem conta, aproveitei o facto de existir um tutorial para me enturmar com as mecânicas de jogo. Fora os habituais controlos num jogo deste género, existem algumas funcionalidades interessantes, as quais vou explicar já de seguida.

No canto inferior esquerdo do ecrã, à volta do mini-mapa, temos diversos tipos de informações. A nossa vida, quantidade de combustível disponível e a manete com a actual velocidade. Se a vida é sempre um factor a ter em conta na maioria dos jogos, aqui também temos de ter em atenção, e saber gerir, a quantidade de combustível disponível. Como é óbvio, quanto maior for a nossa velocidade, maior também será o consumo. Porém, não se preocupem, pois, existem uns anéis gigantes durante as missões em que ao atravessar os mesmos, estes enchem o nosso depósito, bem como a barra de vida.

 

redwingsaces2

 

Para dar mais alguma profundidade ao combate, o jogo dispõe de algumas habilidades únicas e que após o seu uso, temos que aguardar alguns segundos até as podermos usar novamente. Estas habilidades são o clássico movimento Barrel Roll, o qual consiste em rodopiar o avião para nos desviarmos de balas inimigas; Volta Rápida que serve para alterarmos a nossa posição para as costas do inimigo; Esquadrão que permite chamar aliados para auxiliar no combate; e por último, Queda Fatal que, tal como o próprio nome dá a entender, inflige um golpe fatal a um inimigo com pouca vida. Esta última só fica disponível a cada oito inimigos eliminados. Todas estas habilidades podem ser eventualmente melhoradas, mas já irei explicar isso um pouco mais à frente.

 

redwingsaces1

 

Existe um lado certo da guerra?

Depois de feito o tutorial e perceber o básico da jogabilidade, é altura de finalmente começar o modo de história. Quando aqui chegamos, descobrimos que afinal existem duas campanhas distintas: uma que segue a história da Tríplice Aliança (formada pelo Império da Alemanha e Áustria-Hungria) e outra que acompanha a narrativa do lado da Tríplice Entente (formada pelo Reino Unido, França e Rússia).

Cada campanha tem cerca de 25 missões únicas, o que significa que quando forem fazer a história do outro exército, não vão simplesmente repetir as missões do ponto de vista contrário. No início de cada capítulo, a história é-nos narrada enquanto assistimos a várias janelas de banda desenhada. Porém, entre as missões, a história e objectivos são-nos transmitidos através de textos durante os loadings.

Existem quatro aviões à nossa escolha e com características diferentes. Cada avião tem várias pinturas, algumas até bastante distintas e com efeitos visuais adicionais, tais como raios à volta do avião, como se este estivesse electrificado. Os métodos de desbloqueio dos vários aviões e pinturas, consistem em terminar algumas missões num determinado tempo ou pontuação.

 

redwingsaces6

 

No que toca às ao tipo de missões, existe alguma variedade. A título de exemplo, controlar um bombardeiro com o objectivo de destruir determinados alvos no terreno, ao mesmo tempo que nos desviamos de ataques vindo do mesmo local. Outro tipo são as missões onde não existem inimigos e estamos a perder combustível rapidamente. O objectivo é atravessar todos os anéis gigantes espalhados pelo mapa e, apesar de todos eles estarem seguidos, não existe uma ordem obrigatória.

Sempre que completamos um missão, o nosso desempenho é avaliado com estrelas. Estas são atribuídas de acordo com os requisitos pensados para cada nível. Estes requisitos podem estar relacionados com o tempo que levamos a terminar a missão, bem como a pontuação obtida. No final, o número de estrelas obtidas é convertido em pontos, os quais podem ser posteriormente utilizados no menu da árvore de habilidades. Tal como tinha mencionado inicialmente, é possível melhorar as vossas habilidades especiais, mas também outros atributos como o dano que podem causar ou reduzir o tempo em que a metralhadora montada fica em sobrecarga, entre outras possibilidades.

 

redwingsaces4

 

Destruam esses aviões! …Schnell!

Além da campanha, o outro modo de jogo existente é de sobrevivência. Muito resumidamente, somos colocados num cenário onde temos que derrotar as várias vagas de aviões num determinado tempo exigido. Neste modo, não nos temos de preocupar com o combustível porque ele é infinito. Porém, também não existem anéis de restauração de vida, o que significa que a única maneira de recuperarmos vida é somente após abatermos inimigos usando a habilidade do “Fatal Takedown”, ou colidindo com eles usando o Barrel Roll, desde que o tenhamos melhorado o suficiente na árvore de habilidades. Este modo de jogo tem três opções de dificuldade embora, inicialmente, só seja possível escolher a fácil.

 

redwingsaces3

 

No que toca aos visuais, estamos perante um jogo muito agradável, com gráficos cel shading, que tentam recriar o estilo artístico de bandas desenhadas antigas como as do Corto Maltese ou do Tintin. No que toca à vertente sonora, muito sinceramente, não tenho nada de especial a salientar, sendo que, tanto a banda sonora como os efeitos especiais, fazem o seu trabalho sem grande destaque.

Para terminar, existem dois breves pontos que gostaria de frisar. O primeiro é que Red Wings pode ser jogado em coop local através de ecrã dividido, tanto as campanhas como o modo de sobrevivência. Porém, o modo história, quando jogado a dois, é completamente independente do progresso que tenham feito a solo.

O segundo ponto, é que esta versão da Nintendo Switch tem uma funcionalidade que permite alterar a jogabilidade entre o estilo tradicional, para um outro em que utiliza os controlos de movimentos dos joy-cons para simular como se estivéssemos a pilotar um avião. No entanto, das várias tentativas que fiz para jogar nesta segunda hipótese, nunca consegui que os controlos funcionassem como anunciado. Independentemente dos movimentos que fizesse, o avião acabava sempre por voar para cima e para a direita, sempre no mesmo ângulo. Ainda tentei voltar ao tutorial com esta opção ligada, mas o próprio jogo ignora a existência deste método de jogabilidade e continua a explicar como jogar, utilizando apenas o método tradicional. Ou seja, a jogabilidade dos controlos de movimentos é desligada durante o tutorial, o que dá a entender que acaba por não ser algo que mereça destaque por parte do estúdio.

 

 

Red Wings: Aces of the Sky é um jogo engraçado para pequenas sessões ou para quando se tem visitas em casa. Não só a existência de habilidades e combos durante os combates tornam tudo mais cativante, como também nos fazem sentir como se fossemos o Barão Vermelho…ou vá, enquanto português…o Major Alvega. O facto de haver cerca de 50 missões, mais os requisitos para todas as estrelas em cada uma e ainda os vários aviões e pinturas especiais para se desbloquear, acaba por aumentar consideravelmente a longevidade do jogo e são mais um incentivo a um constante regresso.

 

positivo Gráficos cellshading bem-adaptados à temática
positivo Habilidades e combos tornam a jogabilidade cativante
positivo Aviões e pinturas bloqueadas aumentam a longevidade

errado Jogabilidade por movimentos não funciona
errado Missões de atravessar anéis deviam ser um modo independente

Data de Lançamento: 21 Maio 2020
Produtora: All in! Games
Editora: All in! Games
Género: Acção
Disponível para: Playstation 4, Xbox One, Windows, Nintendo Switch

Foi disponibilizada uma cópia (Switch) para análise por parte do Terminals.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.