Story Of Season: Friends of Mineral Town – Análise

storyofseasonsfmt analise

 

São 6 da manhã. A vida na quinta começa bem cedo.

Sais da cama e tomas o pequeno-almoço numa dentada só, a mais importante – e provavelmente, única – refeição do dia. Ligas a televisão para consultar a previsão meteorológica para amanhã. Verificas que tens as ferramentas que precisas para enfrentar o dia. Vais ao frigorífico e pegas numas maçãs; os duendes chegam para te ajudar a regar as plantações não tarda nada e tu queres deixá-los bem-dispostos. Por falar nisso, as batatas já devem estar prontas a ser colhidas. Afinal, 8 dias é mais que suficiente!

Cuidas dos animais. A tua galinha de ovos de ouro lá pôs mais um. Ordenhas leite achocolatado da tua vaca castanha. Tosquias os teus alpacas e ovelhas cor-de-rosa, mas não tens tempo a perder! Pões os animais a pastar enquanto dás uma boa escovadela ao teu cavalo. Partes pedras e cortas os troncos que teimam a voltar a crescer do nada. Corres para a mina em busca dos materiais que precisas para melhorar as tuas ferramentas e, no fim, saltas para as termas para relaxar os músculos doridos. Mas há que chegar ao ferreiro antes que ele feche, pois já são quase 4 da tarde! Depois ainda tens de comprar mais sementes e, se der tempo, um kit mágico de gravidez. Não, não é para ver se um dos teus animais está prenho, é para o pôr instantaneamente prenho em segundos – Ah! A maravilha da tecnologia!

 

storyofseasonsfmt_01
Muitas lojas já se encontram fechadas ou a fechar, mas aqui ainda há muito a fazer.

 

Atiras uma oferenda para a deusa que vive no lago. Cruzas-te com os vários habitantes de Mineral Town, dás dois dedos de conversa com todos e ofereces uma flor àquela pessoa especial. Os teus amigos duendes lá puseram as colheitas na caixa de transporte e tu já recebeste o pagamento. Consegues chegar mesmo a tempo antes da loja fechar e sais para ser recebido pelo cair da noite. Os negócios fecharam. As famílias regressaram aos lares, mas tu ainda tens de lavrar mais um pedaço de terra, plantar as novas sementes e ainda regá-las. Com sorte, tudo isto antes do bater das doze badaladas, não vás tu ficar doente devido ao excesso de trabalho e acabar por perder um dia inteiro na clínica enquanto recuperas!

Não te podes dar a esse luxo! Amanhã é um novo dia em Mineral Town e a tua vida na quinta começa bem cedo.

 

storyofseasonsfmt_02
Sim… Chamei Little à minha galinha campeã!

 

Trabalho duro, mas divertido

Story of Seasons: Friends of Mineral Town é um remake em 3D do original Harvest Moon: Friends of Mineral Town – um jogo onde tens que gerir uma quinta, usar os teus lucros para a expandires, obter mais formas de fazer lucro, expandi-la ainda mais, e assim sucessivamente.

Pode ser definido como sendo um jogo de simulação agrícola, com algumas reticências… O dia-a-dia na quinta é apenas baseado em paradigmas e os pormenores fortemente fantasiados. Não se trata de uma simulação realista, mas sim de uma caricatura bastante idealizada e encantadora. Além disso, existe uma forte componente RPG, apesar de o jogo ser aberto no que toca a narrativa e não ter um fim propriamente dito.

Poder-se-ia também dizer que Story of Seasons é semelhante a jogos como Harvest Moon; o popular Stardew Valley; ou, de forma mais redutora, jogos de dispositivos móveis tais como FarmVille e os seus milhentos outros clones. Todavia, isso seria um equívoco, pois na verdade, todos esses títulos é que são semelhantes a Story of Seasons!

Friends of Mineral Town e Stardew Valley até partilham premissas semelhantes, em que o protagonista se vê proprietário de uma quinta que outrora pertenceu ao seu avô. O que não é coincidência, já que Stardew Valley foi fortemente inspirado na iteração original deste novo título da Switch.

 

storyofseasonsfmt_03
A verdadeira origem da meia-de-leite…

 

Uma Mineral Town vanguardista

A jogabilidade de Story of Seasons é suave, como não podia deixar de ser, naquele que é um remake de dois dos mais populares jogos de uma série, a qual só por si já bastante popular.

Os elementos básicos de gerir uma quinta estão claramente representados – plantar e regar colheitas; alimentar animais e recolher destes produtos, tais como ovos e leite; etc. Para além disso, e como é tradição – com maior ou menor impacto – nos títulos da série, uma forte parte do jogo é também conhecer os restantes habitantes da vila, estabelecer e aprofundar o relacionamento com estes, construir boas amizades, ou mesmo chegar a casar e gerar descendência. O que também não faltam são os vários eventos no calendário, como celebrações em dias especiais ou competições e festivais.

 

storyofseasonsfmt_06
Todos os habitantes têm algo para contar, mesmo que não saibam do que estão para ali a dizer…

 

Dos Mineral Town originais, num o protagonista era do sexo masculino e no outro era do sexo feminino, sendo que os mesmos apenas podiam cortejar personagens do sexo oposto. Neste remake é possível definir o género e a aparência do nosso protagonista, mas também cortejar e casar com qualquer um dos pretendentes, independentemente de género. Para além destas implementações, também foram adicionados dois personagens que não existiam nos títulos originais, bem como novos eventos e diálogos a todos eles.

Durante a evolução desta série, as mecânicas foram sendo aprimoradas. Apesar de não fazerem parte dos títulos originais de Mineral Town, elas foram incluídas neste título. A título de exemplo, ter um inventário que permite transportar vários itens e agrupar os do mesmo tipo, em oposição a só se poder carregar um de cada vez; ou, o facto de ser possível andar por cima das colheitas para se chegar a qualquer esquina da nossa quinta.

O jogo contém também uma pequena área totalmente nova; novas colheitas e uma nova seleção – bastante criativa – de animais para a quinta; a possibilidade de alterar as vestimentas; e até poder-se escolher a dificuldade inicial.

 

storyofseasonsfmt_04
Afinal, nem só de trabalho vive o homem. E há muito para ver em Mineral Town.

 

Fazer amigos em Mineral Town

O que salta mais à vista neste remake, face aos títulos originais, é a adição dos seus gráficos 3D. Todos os objetos são realmente tridimensionais. No entanto; por escolha ou limitação; ou, quem sabe, para manter a atmosfera dos jogos originais; não é possível girar a câmara em torno do personagem. Estamos assim confinados a ver tudo numa só direção, com a possibilidade de alterar ligeiramente a perspetiva entre quatro ângulos de visualização.

Outro problema com que por vezes nos deparámos, e apesar dos modelos dos vários personagens e animais serem de facto caricatos e coloridos, está nas imperfeitas caixas de colisão destes. Foram várias as vezes que ficámos momentaneamente encalhados entre uma parede e um outro personagem, ou entre dois – mesmo três, ou quatro, ou mais! – animais, quando tal não devia acontecer.

Num jogo que muitas vezes se está freneticamente a procurar poupar tempo entre tarefas, pode ser particularmente frustrante perder meio minuto atrás de um habitante de Mineral Town, quando devia haver espaço de sobra para o contornar no passeio. Mais estranho ainda é o facto de as colisões só ocorrem entre o protagonista e os demais personagens. Os habitantes de Mineral Town, bem como os animais da quinta, podem atravessarem-se livremente uns aos outros. Isto leva a crer que a colisão foi propositadamente retirada destes como forma leviana de solucionar o problema, o que por sua vez, leva a suspeitar que apesar de reconhecerem que existia uma imperfeição, a preferiram ignorar no que toca ao nosso personagem.

 

storyofseasonsfmt_05
Não, os animais não estão a fazer nada de estranho. É apenas um exemplo das estranhas caixas de colisão.

 

As animações estão bem conseguidas; se bem que, infelizmente, algumas sejam bastante demoradas e monótonas. A título de exemplo, as que ocorrem sempre que a fadiga atinge certos patamares. Algo que muitas pessoas possam considerar sem importância, mas que a mim – e a quem, como eu, gosta de aproveitar ao máximo a energia do personagem para realizar tarefas na quinta – acaba por incomodar devido à frequência com que ocorrem.

À parte desses pequenos problemas e limitações, que pouco ou nada retraem da colorida experiência do jogo, as restantes mecânicas funcionam bastante bem. Os movimentos são responsivos e existe um apontador para a parte do terreno em que se irá realizar uma ação selecionada – como plantar ou regar uma semente – indispensável à precisão num jogo 3D. São abundantes os tutoriais e menus explicativos, sem ser obrigatório a sua consulta, e toda a informação de que se necessita pode ser visualizada a qualquer momento nos menus.

A arte é cativante e as particularidades de cada estação, como não podiam deixar de ser num jogo com este nome, estão brilhantemente caracterizadas. Todos os personagens possuem uma ilustração estilizada que certamente irá deliciar muita gente e que, acima de tudo, se mantêm fiel à afiguração original com apenas uma pitada de renovação.

 

storyofseasonsfmt_07
Mesmo a cortar lenha para a lareira, há que vestir a rigor nas épocas festivas.

 

Em contraste, o áudio é genérico. A trilha sonora raramente muda e é bastante repetitiva. Face à natureza do jogo, ao fim de meia hora damos por nós a baixar o volume e por outra coisa qualquer a tocar. Dececionante, mas, em última instância, uma falha menor. Pois, sendo um jogo que tanto pode ser apreciado do sofá com a Switch ligada à televisão, como naquela pausa do café ou durante a viagem de metro, a banda sonora é remetida para segundo plano.

Esta portabilidade da Switch é sem dúvida uma mais valia para um jogo como este Story of Seasons, em que temos dificuldade em o pousar e é fácil perder a noção das horas no mundo real. Prometemos a nós próprios que vamos experienciar só mais dois ou três dias daquela existência bucólica, mas frenética, de Mineral Town… E acabamos por ver outro virar das estações em Story of Seasons!

 

 

Uma história a conhecer

Story of Seasons : Friends of Mineral Town, tem tudo para ser mais um bom título a juntar à panóplia de sólidos títulos desta série. Sendo um remake de dois jogos já de si estimados pelos fás, e o primeiro a entrar para o repertório da Nintendo Switch, tem tudo para agradar quer a veteranos da série, quer a quem apenas a está a descobrir agora. Apesar das suas limitações, consegue proporcionar uma amena experiência visual, aliada a um ritmo de jogo envolvente e gratificante.

 

positivo Jogabilidade gratificante e divertida
positivo Personagens interessantes e bem caracterizadas
positivo Experiência visual colorida e encantadora

errado Caixas de colisão estranhas
errado Música bastante repetitiva

Data de Lançamento: 14 de Julho de 2020
Produtora: Marvelous Games
Editora: Marvelous Games
Género: RPG, Simulação
Disponível para: Windows e Nintendo Switch

Foi disponibilizado um código para análise (Switch) por parte da Editora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.