Japan Sinks: 2020 – Análise

japansinks2020

 

Nota: O texto não contém spoilers.

Japan Sinks: 2020 é um dos mais recentes originais de anime da Netflix e é baseado numa novel japonesa de 1973. Apesar disso, os eventos foram ligeiramente alterados para o ano de 2020, logo após os “supostos” Jogos Olímpicos que iam ter lugar este ano. Como muitos de vocês são capazes de saber, o Japão é um país com enorme atividade sísmica e isso, infelizmente, reflete-se muitas vezes em acontecimentos trágicos. Japan Sinks: 2020 é isso mesmo, um retrato de um país em puro caos resultante de vários sismos e consequentes eventos naturais resultantes dos mesmos.

A série centra-se em Ayumu e respetiva família, numa aventura intensa e que vos irá deixar (provavelmente) com os olhos colados ao ecrã pela constante insegurança a cada instante. Após um sismo, Ayumu tenta descobrir se a sua família está bem e parte numa aventura por entre escombros, sofrimento e morte. Após encontrá-los, o seu objetivo passar a ser descobrir um local seguro até tudo se acalmar e voltar à normalidade. Pode parecer demasiado cliché ou básico, mas este é só o início de algo muito maior e de uma aventura bastante intensa.

Vão aparecer vários personagens ao longo da série, os quais também adicionam uma camada extra de relacionamentos e difíceis decisões. Alguns deles são interessantes e têm sempre uma pequena história que os suporta em termos de veracidade. Todos eles são distintos no que toca à personalidade, o que resulta muitas vezes em momentos mais intensos. Com o decorrer da jornada, começa-se a notar algum entrosamento entre muitos deles, mas isso também é o sentido natural das coisas em situações como estas. Das duas uma, ou as pessoas unem-se como nunca, ou simplesmente desistem umas das outras. Acima de tudo, são situações como estas que fortalecem os laços entre as pessoas e foi isso que se viu.

 

We Will Definitely Return Together Rena Ueda GIF - WeWillDefinitelyReturnTogether RenaUeda TomoMuranaka GIFs

 

Apesar de alguns momentos menos realistas, ou com situações que mereciam uma melhor explicação, a série conseguiu transmitir-me a sensação do que nunca nada estava garantido. Tudo podia, literalmente, desabar e criar novos desafios extras numa jornada de sobrevivência já bastante complexa. Tal como o próprio nome indica, uma das situações mencionadas na série é que o país pode submerge-se totalmente se determinados eventos acontecerem. Posto isto, existe uma constante luta contra as imensas adversidades que vão aparecendo, o que tornou a série sempre interessante.

Como já devo ter dado a entender, caso o nome não seja explícito o suficiente, Japan Sinks: 2020 acaba por ser um anime um pouco virado para o drama. Muito sinceramente, este é um género ao qual tento manter alguma distância, mas como a série está relacionada com catástrofes naturais, então não hesitei em ver pois não é algo comum em anime. Já agora, aproveito também para aconselhar Tokyo Magnitude 8.0, outro drama dentro do mesmo género.

O estilo de animação poderá não ser o mais apelativo para o público em geral, mas isso não pode, nem deve, ser uma razão para colocar a série de parte. Japan Sinks: 2020 tem dez episódios e foi animada pelo mesmo estúdio e realizador de Devilman Crybaby.

Apesar de alguns problemas com certos personagens, achei que houve um pequeno, mas bom, desenvolvimento de alguns deles. Nota-se uma evolução na sua forma de estar e no seu relacionamento, os quais são resultantes de todos os obstáculos que vão superando. É óbvio que com dez episódios, a margem de manobra não é assim tanta, embora isso também pudesse ter sido contornado com saltos no tempo. Em certos aspetos, Japan Sinks: 2020 não conta de todo uma história realista, mas é a sua intensidade e inspiração em eventos reais que me fizeram continuar episódio após episódio.

 

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.