Paper Mario: The Origami King – Análise

papermario the origami king

 

Se fosses um ser bidimensional, feito de papel, qual seria o teu némesis? A seguir à água, claro…

Exatamente! Seres tridimensionais, mas também feitos de papel! Por outras palavras, criaturas de origami! E, sendo a arte Japonesa de dobrar papel certamente contagiante, o exército sob o comando do Rei do Origami está continuamente em expansão, à medida que converte – dobra – novas criaturas de origami.

Pelo meio, uma certa princesa é raptada, um canalizador de verde e bigode farfalhudo desaparece, um castelo muda de lugar, todo um reino é virado do avesso e inundado de inimigos e desordem… Conclusão? Apenas outra segunda-feira para o nosso velho amigo Mario.

 

pm origami king 1
Mais uma vez, compete ao Mario salvar uns cogumelos do perigo, enquanto come outros para ficar mais forte…

 

Uma dobra aqui e outra dobra ali

Paper Mario: The Origami King é um jogo de aventura e ação com componentes RPG, em linha com os restantes jogos da série Paper Mario e, tal como os seus predecessores, repleto de alusões gerais àquela que é uma das franquias mais populares e bem-sucedidas não apenas da Nintendo, mas dos media em geral.

Moedas, cogumelos mágicos, flores de fogo, blocos com pontos de interrogação e, como não podia deixar de ser, canos de canalização a céu aberto, são apenas algumas das muitas coisas a que estamos habituados e que estão presentes neste título. Já para não falar de andar a derrotar inimigos saltando para cima deles ou rebentar os acima mencionados blocos à cabeçada, bem como andar às marteladas por tudo que é sítio, porque nunca se sabe onde tesouros se escondem à espera de serem descobertos. Os clássicos inimigos também estão presentes, tais como goombas e koopa tropas, embora neste jogo sejam amigáveis na sua forma 2D. Já o mesmo não se pode dizer dos de origami…

Com tantos elementos comuns a todos os restantes jogos da série Super Mario, e com uma história derivativa à grande maioria destes, seria de suspeitar que este jogo fosse repetitivo. Tal, não podia estar mais longe da verdade. Esta última adição à clássica série de jogos do Super Mario, consegue harmonizar o já trivial com alguns aspetos inovadores muito bem conseguidos.

 

pm origami king 2
O humor está na quantidade certa para manter jogadores veteranos interessados, num jogo que de outra forma está mais focado num público jovem.

 

Muitos saltos, canalizações e confeti

A jogabilidade é o que seria de esperar de um jogo da série Mario. Controlos responsivos, equilibrados e intuitivos. Todas as mecânicas são claramente apresentadas e introduzidas com um extenso (por vezes excessivo) tutorial e não faltam formas de consultar informação adicional, bem como informação relativa a todas as áreas já visitadas. De facto, o jogo consegue agradar a uma vasta audiência etária, quer seja pela sua mescla de simplicidade no formato com complexidade de desafios, pelo seu grafismo e música vibrante, ou pela sua modesta, mas cativante história e diálogos repletos de encantador humor ligeiro.

O jogo inclui bastante navegação típica do género de plataforma 3D, porém o combate assemelha-se ao de um RPG, com uma particularidade interessante. Os inimigos estão dispostos numa série de discos em torno do Mario e o combate compõe-se em duas fazes: primeiro movem-se os discos para alinhar os inimigos em grupos, e em seguida escolhe-se a melhor arma ou item para lidar com cada grupo. Além disso, um cronómetro ajuda a manter a tensão.

 

pm origami king 3
São poucos os problemas que Mario não consegue resolver à cabeçada, marretada, ou simplesmente saltando em cima deles.

 

As lutas contra bosses são bastante mais interessantes e cada um com uma reviravolta diferente, tendo de ser enfrentados de uma maneira específica, cuja descoberta fica ao engenho do jogador.

A maioria dos puzzles, quer os presentes nos combates quer os nas “masmorras”, são bastantes fáceis para o jogador adulto, mas não banais ao ponto de entediarem. No entanto, alguns chegam mesmo a ser desafiantes, mas nunca frustrantes. Um equilíbrio difícil de atingir, que Paper Mario: The Origami King o faz com jovialidade.

Não faltam cantos para explorar ou colecionáveis para descobrir, e o jogo promete uma longevidade razoável para aqueles mais perfecionistas. Existem bastantes funcionalidades e variáveis a serem introduzidas a uma velocidade razoável, não muito repentina ou demasiado lenta, o que prolonga o interesse. A narração humorística aliada à jogabilidade, ajuda a manter um ritmo saudável que prende.

Os elementos de RPG são poucos, o que não é necessariamente mau, apenas característico de Paper Mario. Existem algumas armas e acessórios a equipar, e os pontos de vida e dano causado em combate, tendem a aumentar conforme certos patamares na história são atingidos ou segredos descobertos. Contudo, as características de um RPG terminam aí uma vez que a progressão não é feita por níveis e não existem mais stats a considerar.

 

pm origami king 4
Alguns puzzles no combate são bem mais intrincados que outros.

 

Decalques, cartolinas e papel machê

Desde as cores até aos modelos, passando por todos os detalhes, o grafismo é impecável. Tudo é feito de papel das mais variadas formas e texturas, e a animação é elegante. Dá um imenso prazer descobrir Toads espalhados por todo o lado, enrolados num buraco ou encorrilhados numa bola de papel. Quase tanto prazer como andar à martelada contra tudo e todos, seja para colecionar os confetes que caem das árvores ou alisar uma criatura de papel amarrotada.

Sendo um detalhe fundamental num jogo com este título, o origami está tão excelente que, para um leigo (como eu), parecem genuínos. Por mais elaborados que sejam, dão a crer serem algo que se poderia obter dobrando papel.

Sendo bem conhecidas as limitações gráficas da Switch, um jogo como Origami King, em que os polígonos se querem poucos e ângulos rígidos, adapta-se perfeitamente. Os pigmentos vibrantes, as luzes e sombras orgânicas, a criatividade permeada em todos os cativantes pormenores, tornam os cenários algo de tirar o fôlego.

A banda sonora é aquilo que se espera de um título Mario. Bem conseguida, diversificada, bem mesclada com o ambiente que acompanha, mas não memorável o suficiente para permanecer entre os ouvidos quando não estamos a jogar.

 

pm origami king 5
Tirar uns momentos para descansar durante a aventura é não só crucial como revitalizante, com uma paisagem como esta.

 

Dobras de vale e montanha bem executadas

Paper Mario : The Origami King é uma excelente adição à enorme coleção de jogos em que figuram o intrépido canalizador italiano, que certamente irá deliciar fãs da série, mas não só. Não sendo um título convencional, não deixa de ser um excelente jogo por si só e que promete horas de diversão.

É impossível satisfazer todos os gostos, por isso haverá a quem o peculiar estilo gráfico ou a repetitiva fórmula dos combates não agrade. Fora isso, o seu único problema, e que compartilha com os demais jogos do género, é que uma vez completado, tenderá a ficar esquecido. E isto, já tentando procurar defeitos num jogo com muito poucos.

A menos que tenham algo contra o heróico canalizador de vermelho ou uma aversão insalubre a jogos de plataforma, Paper Mario : The Origami King é um título a experimentar.

 

positivo Excelente jogabilidade
positivo Gráficos impressionantes
positivo História hilariante
positivo Puzzles interessantes

errado Combates podem tender para monotonia
errado Progressão RPG ténue.

Data de Lançamento: 17 de julho de 2020
Produtora: Intelligent Systems
Editora: Nintendo
Género: Ação, Aventura
Disponível para: Nintendo Switch

Foi disponibilizado um código para análise por parte da Nintendo Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.