Road to Guangdong – Análise

roadguangdong

Road to Guangdong transporta-nos até aos anos 90 para uma viagem pela China. O jogo segue as aventuras de Sunny, uma jovem que terminou recentemente os seus estudos. Devido a certas razões trágicas, acaba por se ver envolvida, repentinamente, na gestão de um restaurante de família. De forma a melhorar as coisas no negócio, juntamente com a sua tia Guu Ma, a qual foi a responsável pelo restaurante até ao momento, partem numa viagem para visitar a família que se encontra espalhada em diferentes cidades.

De forma a fazer essa viagem, irão usar um carro que faz parte da família há várias gerações e consegue ser ainda mais antigo que Sunny. Obviamente que já não vai para novo e existem diversos cuidados a ter com o mesmo no que toca à sua manutenção. É aqui que entra um dos aspetos mais interessantes desta aventura.

roadguangdong1
Existe algo mágico no mundo de Road to Guangdong.

Sem carro, não há viagem

É preciso ter cuidado com o combustível, com o nível do óleo, pneus, motor, filtros e mais alguns coisas. Para conseguirmos fazer a manutenção, precisamos de dinheiro (quem diria?) para comprar novas peças, ou simplesmente usar peças em segunda mão. Todas estas situações podem ser trabalhadas nas diversas estações de serviço que existem na estrada. Podem comprar óleo e combustível para ter com vocês, ou simplesmente encher o depósito de ambos. A situação é que se não houver nenhuma estação de serviço na zona, terão de pagar uma determinada quantia para serem rebocados no caso de ficarem apeados no meio da estrada.

É aqui que entra outro ponto muito importante nesta aventura, tal como na vida real, o dinheiro. Se ficarem sem dinheiro, o jogo acaba. Isto aconteceu-me uma vez e tive que voltar atrás e tomar decisões financeiras diferentes de forma a poder continuar a minha aventura em território chinês. Confesso que depois de ter apanhado o jeito de uns quantos truques, consegui facilmente gerar dinheiro sem nunca mais ter problemas. A solução foi obter peças em segunda mão de sucateiros, e vendê-las posteriormente em estações de serviço. Desta forma, consegui facilmente fazer dinheiro para realizar a manutenção do meu velhinho carro mais facilmente.

roadguangdong4
A manutenção do carro será crucial para o sucesso da viagem.

Para além de toda a mecânica de… mecânico, outro dos aspetos importantes é o diálogo com a família. São pessoas que não vemos há imensos anos e obviamente que existe uma relação muito fria e distante. Somos postos à prova em tentar ajudá-los com alguns problemas que têm e, conforme o desenrolar da situação, podemos ganhar alguns receitas tradicionais para usar mais tarde na revitalização do restaurante. Todas as conversas são feitas através de caixas de textos, não existindo qualquer diálogo no jogo, mas é algo que não me incomodou. Conforme as nossas escolhas nestas visitas familiares, podemos ou não ter a família toda presente numa festa que a Sunny quer organizar no restaurante no futuro.

roadguangdong3
Os encontros familiares são momentos especiais.

Os visuais transportam-nos para um local acolhedor

Road to Guangdong é visualmente interessante. O seu grafismo está longe de ser impressionante, mas isso não foi algo que conseguiu quebrar o espírito do jogo. Muito pelo contrário. A verdade é que encaixa perfeitamente naquilo que o título pretende, com detalhes o suficiente para me manter interessado no mundo. É durante as viagens de carro que também podemos apreciar um pouco melhor algumas das paisagens, enquanto viajamos quase de uma ponta à outra da China.

Porém, foi também aqui que notei alguma inconsistência de cenários. Ao contrário do que esperava, estes não foram alterando durante as viagens e mudavam apenas quando tinha de parar numa estação de serviço. Só após a minha saída desse local é que o cenário mudava completamente para uma nova zona. É pena porque seria muito mais interessante ver as paisagens a alterar enquanto conduzíamos, mas também como somos “obrigados” a parar nestas estações de serviço (caso contrário, dificilmente chegaria ao destino), é algo com que que me habituei nesta road trip.

roadguangdong2
Sabe bem conduzir ao som de música tradicional oriental.

Ainda no campo visual, destaque para a diferença de cenários no que toca às casas dos diferentes familiares. Por outro lado, sempre que visitamos um posto de combustível, é sempre tudo igual. Até o próprio colaborador é o mesmo e, inclusivamente, é usado é mais situações. Acaba por haver alguma repetição notória de assets, mas, para mim, nunca chegou a prejudicar a experiência.

No que diz respeito ao áudio, quero destacar a música ambiente tradicional oriental. Sabe bem viajar pelo país enquanto ouvimos aquela sonoridade tão característica da região, embora, por momentos, o rádio também possa dar outra música mais barulhenta e temos logo a nossa tia “à perna” a dizer que aquela música não é nada e muda logo para algo que lhe agrada. Na verdade, essa é das poucas interações que existe com ela durante as viagens. Esperava algo mais nesse aspeto, embora o carro já nos dê preocupações suficientes para termos uma segunda distração no caminho.

Vale a pena fazer esta viagem

No final da minha viagem, e após visitar todos os membros da família, posso dizer que foi uma road trip bastante interesse e com a vertente da mecânica que não esperava ser tão desafiante (pelo menos inicialmente). O jogo pode ser terminado entre cinco a seis horas, mas dependendo sempre da vossa maneira de abordagem às viagens e conversas. Acima de tudo, Road to Guangdong conseguiu surpreender-me pela positiva. Apesar de lhe faltar algum polimento em determinadas mecânicas, acaba por ser uma experiência bastante agradável.

positivo Visuais simples, mas eficazes
positivo Relação com a família
positivo Mecânica do carro
positivo Banda sonora

errado Falta algum polimento em certas mecânicas

Data de Lançamento: 28 de agosto de 2020
Produtora: Just Add Oil
Editora: Excalibur Games
Género: Ação, Aventura
Disponível para: Microsoft Windows, Playstation 4, Xbox One e Nintendo Switch

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise por parte da editora. (Xbox One)

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.