WRC 9 – Análise

wrc9

Num ano tão atípico quanto possível, o Campeonato Mundial de Rali foi só mais um evento a sofrer consequências pelas razões que todos sabemos. Felizmente, WRC 9 está aí para satisfazer os fãs mais fervorosos deste desporto motorizado. Acima de tudo, mais do que novidades, esta nova entrada na série cimenta a jogabilidade com pequenos retoques e melhorias em diversos campos, os quais resultam numa experiência ainda mais próxima da realidade.

wrc9_3
Será que estou a levantar muito pó?

Uma carreira de sucesso requer muitos sacrifícios

Tal como já é habitual, existem diversos modos de jogo à nossa disposição, embora, para mim, o grande destaque vá para o modo carreira. É nele que podemos fazer toda uma gestão mais profunda de diversos aspetos técnicos, tais como contratar staff, alterar o comportamento da viatura, entre outros pormenores. Por exemplo, existem várias áreas que merecem atenção e, consoante o nível do staff, a nossa prestação poderá ser afetada dentro e fora das corridas. Na verdade, existe toda uma componente mecânica que podemos abraçar sem medo, e alterar o que quisermos, sempre com a hipótese de testar de forma livre essas alterações, sem que coloquemos em risco fazê-lo durante as provas.

Este modo carreira permite também melhorarmos diversos aspetos numa árvore de habilidades com quatro especificações diferentes, bem como imensos outros aspetos relacionados com a gestão da equipa. Mas se fizerem parte do grupo de pessoas que apenas quer conduzir sem ter que se preocupar com qualquer tipo de gestão, então Seasons é o modo para vocês. Para além destes, existem todos os modos habituais em jogos de corridas, mas uma das novidades neste campo é o modo Clubs. Este modo permite criar o nosso campeonato e jogá-lo com amigos ou outros jogadores. A personalização dos eventos é vasta e podemos escolher desde a categoria dos veículos, regras do campeonato, entre outros aspetos.

wrc9_2
O pó nos carros é tão importante como o sol para os humanos. Pelo menos é o que dizem.

Outro modo que já foi anunciado, mas que só será adicionado, de forma gratuita, nas próximas semanas, é o Co-Drive Mode. Tal como o próprio nome dá a entender, uma pessoa vai conduzir e a outra vai dar indicações. É, certamente, uma ideia interessante, mas falta saber como será a experiência. Olhando para os vários modos existentes, o modo carreira será aquele onde os fãs de rali irão passar a maior parte do tempo, por ser a vertente que se aproxima mais da experiência real de uma forma geral.

No que toca à condução propriamente dita, esta é mais virada para a simulação, mas sempre com imensas opções de personalização, quer queiram tornar as coisas mais exigentes, ou mais relaxadas. Apesar de ser um fã de jogos de condução, confesso que senti algumas dificuldades inicialmente no controlo do carro, onde o mais pequeno desvio na direção, resultava quase num momento de puro balé com o carro a dançar de um lado para o outro. Eventualmente, tive de mexer em algumas configurações pois aquilo não estava a correr muito bem. Achava o carro demasiado solto e leve, onde parecia mais uma pena do que propriamente uma estrutura pesada. Nada que a própria experiência depois não retificasse com o tempo.

wrc9_1
Prego a fundo logo a seguir à curva.

WRC 9 apresenta um visual bastante diversificado, mas longe de surpreender graficamente. Diria que faz o seu trabalho de forma competente, sem nunca se destacar concretamente em nada. O maior foco foi obviamente nas viaturas e na forma como vão sofrendo dano durante as corridas. Já o mesmo não se pode dizer do staff presente na pista, o qual não está muito convincente, tal como algumas decorações. No que diz respeito à vertente sonora, nada a apontar quanto ao enorme ruído dos carros e do seu comportamento conforme o desempenho do mesmo. Em termos de banda sonora, esta está somente presente nos menus, o que é o normal neste tipo de jogos.

Antes de terminar, quero apenas mencionar a inclusão de três novos países no jogo como Japão, Nova Zelândia e Quénia, todos eles bastante distintos em termos de circuito e paisagem. Já agora, para os fãs portugueses, a prova nacional está presente o que é sempre uma mais valia para os aficionados nacionais.

Sem se destacar propriamente em algo específico, WRC 9 acaba por cumprir o seu dever como jogo oficial da prova do Campeonato Mundial de Rali. Por entre os vários modos de jogo, jogabilidade consistente e personalizável, o resultado é um produto de qualidade e com imenso conteúdo para ser consumido pelos fãs de rali e curiosos.

positivo Inclui as provas oficiais do WRC
positivo Pequenos ajustes e melhorias na condução das viaturas
positivo Modo Carreira oferece a experiência WRC, tanto em gestão, como condução
positivo Conteúdo gratuito nos próximos meses (circuitos e modos de jogo)

errado Sem grandes novidades (de peso)

Data de Lançamento: 3 de setembro de 2020
Produtora: Kylotonn
Editora: Nacon
Género: Corridas
Disponível para: PC, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e Nintendo Switch

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise por parte da Upload Distribution. (PS4)

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.