Crysis Remastered – Análise

crysis remastered análise

Crysis é sem dúvida um título lendário na comunidade de PC Gaming, muito derivado ao facto de ter levado aos limites a tecnologia gráfica em 2007. É um título que, atualmente, ainda consegue surpreender visualmente, mas não seria difícil imaginar uma possível remasterização que tirasse proveito dos recursos e tecnologias em 2020. Aliás, vivemos numa geração repleta de jogos remasterizados, por isso era apenas uma questão de tempo até isso acontecer. Crysis Remastered é real e traz consigo várias novidades a nível técnico. Este rejuvenescido produto foi desenvolvido pela Saber Interactive e, com a supervisão da Crytek, assistimos ao regresso de um clássico que chegou para fazer suar até os computadores mais poderosos.

crysis remast 1
Uma ilha visualmente soberba.

De volta à ilha

Coincidência ou não, o lançamento desta remasterização em 2020 coincide com o ano da narrativa de Crysis. Um grupo de arqueólogos americanos descobriu algo especial e misterioso numa ilha da Coreia do Norte. No entanto, o governo norte-coreano decide enviar vários soldados para o local, colocando os arqueólogos em perigo. Sendo assim, o governo americano decide enviar o nosso protagonista, Nomad e a “Raptor Team”, equipados com o Nanosuit, para resgatar os compatriotas que ficaram presos na ilha. Nanosuit é o fato de combate que será essencial para sobreviver contra os obstáculos que esta ilha irá impor ao jogador.

O mistério descoberto acaba por ser o ponto de partida da história de Crysis, mas a mesma não se desenvolve em maneiras surpreendentes ou inovadoras para os dias de hoje. Contudo, é uma narrativa sólida que proporciona um local expansivo para o jogador explorar e utilizar as capacidades do Nanosuit, enquanto aprecia o detalhe gráfico que este título oferece.

crysis remast 2
Quando o Ray-tracing funciona, os resultados são excelentes.

Será que continua a surpreender?

O Crysis original é um feito técnico que consegue surpreender ainda nos dias de hoje e é nesse sentido que se espera uma boa evolução técnica com este remaster. De facto, Crysis Remastered apresenta várias melhorias gráficas e ligeiras alterações artísticas que o ajudam a tornar-se visualmente mais moderno. É um jogo tecnicamente competente e sem dúvida que um dos principais contributos advém da tecnologia Ray-tracing. Porém, nem tudo é perfeito.

Apesar da sua excelente apresentação, é necessário possuir um equipamento que seja capaz de a utilizar com um desempenho estável. Obviamente que isto não seria um problema caso a otimização do jogo tivesse sido bem feita. Após múltiplas configurações gráficas com taxas de frames elevadas, Crysis Remastered continua a demonstrar instabilidade no seu desempenho, principalmente se ativarmos a funcionalidade de Ray-tracing.

Estes problemas já foram identificados pela comunidade e a Crytek certamente vai melhorar estes aspetos, todavia, fica a sensação que o jogo precisava de mais algum tempo de otimização antes do seu lançamento. A banda sonora de Crysis, realiza um trabalho competente ao intensificar o mistério e o desconhecido que encontramos neste mundo, com principal destaque ao seu tema principal que acaba por ser a música mais memorável deste título.

crysis remast 3
Podem esperar vários confrontos onde o inimigo aparenta ter vantagem.

Maximum Power

Para além de todo o seu mérito técnico, Crysis também entrega uma jogabilidade divertida e complexa devido às capacidades do Nanosuit. Este fato de combate contém quatro diferentes habilidades das quais podemos tirar partido: velocidade, invisibilidade, armadura e força. Para a nossa missão ser bem-sucedida, é essencial dominar por completo a combinação entre estes poderes.

O jogo é desafiante no sentido em que, se não tivermos cuidado com as nossas ações, podemos ser rapidamente abatidos através do elevado dano que recebemos. Infelizmente, a IA do jogo continua a deixar muito a desejar. A falta de reação da mesma em certos momentos acaba por prejudicar o realismo, tal como não reagir à presença de uma granada prestes a explodir na zona. Isto é algo que deveria ter sido trabalhado nesta remasterização.

Em Crysis, os encontros com inimigos tornam-se grandes zonas de combate onde podemos tirar partido do que nos rodeia e das várias armas e veículos disponíveis. É um jogo que estimula a experimentação das suas mecânicas, em conjunto com os seus ambientes expansivos, e concede ao jogador a liberdade de como proceder em cada situação.

Ao contrário do jogo original, Crysis possui apenas uma componente single-player e a sua longevidade consiste numa média de 10 horas de jogo que culminam numa experiência satisfatória.

O regresso de Crysis?

O regresso de Crysis vem acompanhado de alguns problemas técnicos que não deveriam estar presentes. Apesar disso, continua a oferecer uma experiência explosiva que combina a interatividade dos videojogos com os extremos da tecnologia gráfica. De forma a poder recuperar a glória de outros tempos, será necessário o estúdio continuar a fazer melhoramentos e otimizar vários aspetos do jogo. A questão que se coloca agora é: qual será o futuro da série? É uma pergunta pertinente, mas resta aguardar pela sua resposta enquanto visitamos, mais uma vez, esta ilha icónica.

positivo Uma narrativa interessante
positivo Visuais excelentes
positivo Jogabilidade sólida
positivo Experimentação das suas mecânicas

errado Necessita de mais otimização
errado IA fraca
errado Ausência de multiplayer

Data de Lançamento: 18 de setembro de 2020
Produtora: Crytek
Editora: Crytek
Género: Ação, Aventura, Shooter
Disponível para: PC, Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch

Foi disponibilizada uma cópia do jogo para análise por parte da editora. (PC)

Autor: Pedro Costa

Desde pequeno que é fascinado por experiências interactivas que apenas os videojogos proporcionam. Para além disso, é apreciador de vários géneros de anime. @ShingetsuPT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.