Beastars – Vale a pena?

Beastars

Depois de algum tempo à procura na secção de anime da Netflix Portugal, deparei-me com uma série que já tinha ouvido falar há algum tempo, mas cuja estética não me era muito apelativa: Beastars. Decidi dar uma chance e depois do primeiro episódio, não resisti fazer ‘binge’ ao resto da série (12 episódios).

Mesmo tendo à primeira vista uma estética duvidosa para mim, e um tema que me parecia reciclado de outros títulos de natureza antropomórfica como ‘Zootopia’, achei Beastars um excelente título.

Começando pelo primeiro problema que se impôs à minha mente e que referi antes: a estética. Mesmo sendo um anime antropomórfico, Beastars tem uma animação que usa perfeitamente o 3D, tecnologia que tem vindo a ser utilizada cada vez mais em anime (para meu desgosto na maior parte dos casos).

As cores são lindas, bem como as iluminações, e o uso de splitscreens em algumas cenas, confere à série uma dinâmica própria e que representa muito bem as emoções sentidas pelos personagens durante os diálogos.

Destaco uma cena do último episódio em que todos estes recursos antes referidos são utilizados de forma perfeita numa das cenas mais bonitas e, ao mesmo tempo, simples que já vi em anime (quem já viu sabe que me refiro à cena da escadaria entre Haru e Legoshi).

Beastars Screaming GIF - Beastars Screaming Internally GIFs

No entanto, o melhor deste anime é, sem dúvida, a forma como as personagens estão escritas e a caracterização do mundo em que a história decorre.

Beastars é basicamente uma alegoria do mundo real, onde existem várias espécies de animais: herbívoras ou carnívoras. Isto desperta uma ideia de que, assim como no reino animal, as carnívoras se sobrepõem as herbívoras. Na verdade, é algo que acaba por não se verificar. As espécies carnívoras não consomem carne (pelo menos legalmente) de forma a que a vida em sociedade possa funcionar harmoniosamente, mas sendo a história uma representação do mundo real, existem exceções. Esta passa muito por mostrar como os Herbívoros vivem num medo constante de serem comidos e, além disso, devido não só a aspetos físicos, mas também sociais, vêem-se como inferiores.

Do outro lado do espectro estão os Carnívoros, fortes fisicamente, mas presos numa expectativa social criada sobre eles de que têm de ser dominantes e carismáticos, mas ao mesmo tempo, negando a sua natureza feroz.

É aqui que entra o personagem principal, um dos grandes pontos fortes da série. Legoshi é um lobo de 1,85 metros de altura e mesmo sendo ele o perfeito espécime Carnívoro, é um rapaz introvertido e ansioso, que quer apenas ser visto como um jovem normal. Como face oposta da mesma moeda, temos Louis, um cervo-vermelho que, mesmo sendo herbívoro, é o aluno mais popular da escola e personagem mais carismática e forte do meio de Legoshi.

É evidente o conflito entre os dois, sendo que Louis inveja Legoshi por ter a predisposição natural para ser forte. Louis sente que nunca poderá alcançar o seu potencial máximo pelas suas limitações biológicas, despertando nele um sentimento de que o lobo estaria a desperdiçar algo que o cervo sempre quis.

Beastars Pull Over GIF - BeastarsPullOver GIFs

 A história também gira em torno das relações amorosas de Legoshi, Louis e as restantes personagens, assim como um assassinato misterioso que aconteceu na escola: a morte de uma alpaca, membro do grupo de teatro a que as personagens principais pertencem, e amigo muito próximo de Legoshi, pelas mãos (ou presas) de um carnívoro.

Posso então concluir que este foi um dos animes que mais me surpreendeu, não só por eu ter uma ideia errada à priori, mas também pela execução extraordinária em quase todos os campos. Personagens carismáticas e bastante relatable, uma banda sonora incrível que só veio reforçar positivamente a emoção forte passada pelos autores, animações tanto de movimentos como das próprias personagens ou até dos ambientes lindíssimas e, finalmente, um mundo bastante parecido ao nosso e que nos faz refletir sobre questões importantíssimas no momento atual em que vivemos.

Espero então por uma segunda temporada que, em princípio, se focará em aspetos diferentes desse mundo e das próprias personagens, enriquecendo assim o anime já extraordinário que Beastars se revelou ser.

Para mais séries ou filmes de anime na Netflix Portugal, visitem os respetivos links.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.