NieR Replicant ver.1.22474487139… – O que sabemos até ao momento

nier replicant ver 122474487139

Confesso que joguei NieR em 2010, mas nunca avancei muito. Não me conseguiu agarrar, embora também consiga admitir que JRPGs não eram bem a minha praia. Quer dizer, não eram e continuam a não ser (não totalmente), embora hoje em dia já esteja mais recetivo a tal. Atualmente, encontro-me a jogar DRAGON QUEST XI S: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition (um nome que nunca mais acaba, tal como o jogo em si) e estou a adorar! Também joguei anteriormente Persona 5, embora não tenha terminado (assim de repente, não foram assim tantos como imaginava, ou pelo menos não me lembro de mais nenhum de momento).

Porém, estamos aqui para falar de NieR Replicant ver.1.22474487139…, um Action JRPG na verdade. Acaba por ser um género bem mais fácil de entrar, comparativamente a algo que gire em torno de combate por turnos. Contra mim falo, já que adoro Yakuza: Like a Dragon; embora, como grande fã da série, foi extremamente fácil dar uma oportunidade (aliás, nunca fez parte dos planos não o jogar).

E, agora que divaguei claramente por entre vários títulos, voltemos então a NieR. NieR: Automata foi lançado em 2017 e foi no final desse mesmo ano que tive oportunidade de o jogar. Tornou-se rapidamente um dos meus jogos favoritos de sempre, tanto pela sua mind blowing narrativa, poderosa banda sonora (a ouvir neste momento, por acaso), mas sem nunca esquecer a sua fluída e versátil jogabilidade. Ora, por todas estas razões, é óbvio que NieR Replicant ver.1.22474487139… é, facilmente, um dos meus jogos mais aguardados para 2021 e é dele que vou falar um pouco. Para quem não conhece a série, ou também para quem jogou e está interessado em saber mais sobre este “novo” jogo, aqui ficam alguns detalhes que acho serem importantes.

 Replicant ver.1.22474487139… é uma prequela de Automata

Comecemos pelo básico: Não! Replicant ver.1.22474487139… não é a continuação de Automata, e nem, tão pouco, é um novo jogo. De uma forma geral, acaba por ser uma nova versão de Replicant, um jogo lançado exclusivamente no Japão para a Playstation 3. Se bem se lembram, NieR (NieR: Gestalt, no Japão) foi lançado por cá em 2010, mas é apenas um de dois jogos da saga lançados na altura. O outro foi Replicant, o qual, como já disse, foi exclusivo em solo nipónico (e continua a ser). No geral, os dois jogos são bastante idênticos, e as suas diferenças assumem-se na diferente personagem principal e respetiva relação com Yonah (outra das personagens em foco), sem esquecer o espaço temporal em que tudo tem lugar.

Bom, resumindo e baralhando: NieR Replicant ver.1.22474487139… é um projeto que visa festejar o décimo aniversário da série e é uma versão melhorada de NieR Replicant lançado apenas no Japão em 2010 (tanta conversa para dizer isto).

Narrativa

Relativamente à narrativa, este jogo continua vários anos após o quinto final de Drakengard, jogo do qual NieR é um spinoff. Em Replicant, jogamos na pele de um jovem rapaz que vive numa aldeia perdida no meio do nada. A sua irmã, Yonah, tem uma doença chamada “Black Scrawll”, algo que aflige não só a rapariga, como também muita gente no planeta.

Posto isto, o jovem parte em busca de uma cura. A partir daqui, é todo um enredo, e não arrisco dizer muito mais que isto porque, bem, spoilers. Posso apenas dizer que, na versão lançado por cá, a nossa missão é essencialmente a mesma, mas jogamos com Nier (o pai de Yonah), o qual também tem como objetivo encontrar a cura para a sua filha.

Banda Sonora

O acompanhamento sonoro original será trabalhado, e melhorado, por Keiichi Okabe, um dos nomes envolvidos na banda sonora de Automata. Sim, há razões para estarmos descansados e, também, extremamente entusiasmados! Para além disso, a OST também irá conter novas músicas.

Novo voice acting

Foi confirmado que o trabalho das vozes será gravado novamente, de forma a ter uma performance que se adeque à qualidade que se espera hoje em dia, e que não destrua o excelente trabalho efetuado em Automata. Isto acaba por não ser um problema para a maioria de nós, já que haverão poucos que tenham jogado este título previamente, devido à restrição geográfica do mesmo.

Combate

Apesar de nada ter sido confirmado nesta vertente, os trailers já nos mostraram um sistema de combate muito semelhante ao de Automata, embora o original já fosse com essas bases. Porém, imagino que possamos esperar uma enorme fluidez de movimentos, tal como o mais recente trailer mostra, bem como algumas das mecânicas usadas em Automata.

O mundo de Replicant

Este é outro aspeto onde a escassez de informação ainda é extremamente alta. Porém, parece que as áreas do jogo original irão sofrer algumas alterações no que diz respeito à sua amplitude. Acaba por não ser algo surpreendente, tendo em conta a potência das atuais consolas (seja a última ou atual geração), relativamente à máquina onde foi lançado originalmente: PS3.

É óbvio que os cenários serão alvo de um maior detalhe tanto ao nível visual, como, imagino eu, espaços mais preenchidos com decoração. Se, por um lado Replicant, era algo vazio devido a limitações de hardware, o mesmo não deverá acontecer agora.

NieR Replicant ver.1.22474487139… tem lançamento previsto para 23 de abril do próximo ano (dia 22, no Japão) para a Playstation 4, Xbox One e Steam. Por enquanto, não há referência das consolas da nova geração; mas, claro, nada que a retrocompatibilidade não resolva.

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.