Minecraft Dungeons – DLC Howling Peaks – Análise

minecraft dungeons howling peaks análise

Depois de alguns meses ausente deste peculiar mundo aos quadrados, eis senão quando que dou por mim a regressar para testar o primeiro DLC (de 4) do Season PassHowling Peaks. Somos transportados até às mais altas e fritas montanhas, com um cenário bastante visualmente apelativo e notável em termos de design. É impossível não ficar desde logo com os olhos bem esbugalhados e deslumbrar toda a riqueza visual, e, também, a forma como se apresenta bastante distinto em toda a sua estrutura.

A verticalidade é incrível, ou não estivéssemos a falar de níveis com lugar nos mais altos cumes. Desde zonas mais rochosas, a passar por áreas cobertas de neve, é impossível não sentir que estamos presos numa perigosa aventura de escalar uma montanha cheia de segredos, e perigos. E, por falar em perigos: para além de novos inimigos, temos também de ter cuidado com a mecânica do vento, a qual pode facilmente empurrar-nos para o precipício. O cair acaba por não ser um problema visto não perdermos vida, mas, afinal de contas, quem é que gosta de ser empurrado para fora do jogo? Ninguém, está claro.

HowlingPeaks_01
Existem um certo elevador para nos ajudar na subida à montanha.

É engraçado como a mecânica do vento não serve apenas para nos empurrar para o vazio, mas também como está implementado em puzzles os quais temos de superar de forma a continuar a nossa aventura. A título de exemplo: por vezes, temos de colocar condutas de ar numa determinada posição, de forma a que o vento possa circular por dentro das mesmas e forçar assim a abertura de algo, como uma porta ou mecanismo que permita desbloquear o caminho. Estes puzzles acabam sempre por ser bastante acessíveis, mas não menos divertidos de os completar.

Para além de puzzles com mecânica eólica, temos também novos equipamentos para usar neste novo desafio, sem esquecer, também, novos inimigos e animais, que tão bem se encaixam nestes gélidos cenários. Relativamente aos níveis, o DLC dispõe de duas zonas para explorar, onde uma delas é consideravelmente longa, embora tudo dependa da dificuldade em que jogam ou também da forma como exploram os níveis. Para além disto, existe pelo menos uma zona especial que só é desbloqueada após cumprimos um determinado objetivo num dos mapas principais.

HowlingPeaks_02
Um castelo perdido na montanha? Certamente recheado de perigos e tesouros, não?

Para primeiro playthrough, diria que não estaremos a falar sequer de duas horas, mas obviamente que estamos perante um jogo que incentiva novas runs em procura de melhor loot, portanto esta estimativa pode facilmente aumentar com o tempo que decidirem investir. Arriscar-me-ia a dizer que vale a pena voltar aos níveis, nem que seja só para apreciar os seus detalhados visuais; isto, porque dei por mim, ao longo da minha subida, sempre curioso em saber o que me esperava a cada novo degrau (leia-se: quadrado) e a forma como cada layer da montanha está desenhado.

Como culminar de toda uma subida suada e gelada, temos um boss que exige uma mecânica diferente do habitual para ser derrotado. Ao início nem estava a perceber como lhe podia fazer dano, mas, após alguns minutos, fez-se luz na minha mente, ainda gélida da subida, e as coisas correram um pouco melhor. Ainda assim, achei o boss consideravelmente exigente, isto talvez porque o meu nível não era assim tão alto.

Howlings Peaks acaba por ser um DLC que se encaixa perfeitamente na altura em que nos encontramos – o Inverno. As suas paisagens transmitem uma sensação de desconforto térmico, mas que é totalmente recompensado por todo o seu excelente design. Se gostaram de todo o conteúdo de Minecraft Dungeons até agora, não existe razão para não dar uma oportunidade a este primeiro conteúdo do Season Pass.

Data de Lançamento: 09/12/2020
Produtora: Mojang Studios
Editora: Xbox Game Studios
Género: Ação, RPG
Disponível para: Playstation 4, Xbox One, Windows, Nintendo Switch

Foi disponibilizada uma cópia para análise por parte da Xbox Portugal.

Autor: Pedro Simões

Um apaixonado por videojogos e apreciador de anime. Por vezes, possuidor de opiniões pouco populares. @bakum4tsu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.