Animes de 2020 – Escolhas do Staff

animes 2020

Depois de um ano carregado de novos animes (apesar da tonelada de projetos adiados), eis que chegámos ao final e recordamos os que mais gostámos. Apesar de tudo, foi um ano com variedade e a lista que se segue acaba por comprovar isso mesmo. 2021 promete ser um bom ano com grandes nomes, mas enquanto os mesmos não estreiam, aqui ficam os nossos favoritos de 2020.

haikyuu 2020

Tiago V. Marques

Com 2020 a terminar, é um orgulho poder escrever, mais uma vez, sobre a última temporada do meu anime do ano: Haikyuu!! To The Top. Para quem nunca ouviu falar, é um anime desportivo focado em voleibol. No entanto, a sua oferta é tão apelativa e convincente que é impossível diminuir este anime a um mero anime desportivo, e, tal como disse na minha análise à última temporada (a qual podem ler aqui), Haikyuu devolveu-me a paixão pelos animes.

A quarta temporada foi dividida em duas partes, as quais estrearam na temporada de inverno (janeiro) e outuno (outubro), respetivamente. Os primeiros 13 episódios são a preparação e a chegada ao tão desejado Spring Tournament realizado na cidade de Tóquio, depois de ter vencido a Shiratorizawa Academy na final do Spring High National Tournament do distrito de Miyagi. Tal como as restantes temporadas, esta é uma temporada à base da resiliência, capacidade de superação e conquista por parte da equipa do nosso protagonista Hinata Shoyo.

A segunda parte da temporada é composta, maioritariamente, por apenas um jogo, muito semelhante ao que se sucedeu na terceira temporada. O jogo que toma conta dos últimos episódios, é o jogo contra Inarizaki High, dos gémeos Miya. Vi-me muitas vezes arrepiado, e emocionado, ao longo dos últimos episódios desta temporada, pois foi feita de momentos que me fizeram saltar da cadeira dado a atmosfera criada, e que me fizeram voltar ao anime mesmo depois deste ter terminado.

É-me de todo impossível escolher um momento ou uma temporada preferida. Mas uma coisa é certa, a ambição de Hinata e a irreverência de certas personagens, tiveram um impacto muito grande em mim.

beastars 2020

Pedro Costa

Confesso que escolher o meu anime favorito foi uma decisão fácil. Talvez porque vi muito poucos animes? De certa forma, sim, mas a verdade é que de todos os que vi, nenhum me surpreendeu tanto como Beastars.

Este anime apresenta uma temática original, onde coloca várias espécies de animais a viver numa sociedade. Estes possuem personalidades distintas e aprenderam a viver entre si, apesar das suas cadeias alimentares. Mas, na verdade, a vida em Beastars não é assim tão perfeita.

A imagem de um convívio harmonioso entre a população, é desmascarada assim que nos apercebemos do bullying, discriminação e preconceito existentes neste mundo. A nossa perspetiva será através de Legoshi, o protagonista que vive uma paixão, aparentemente impossível, com a sua amada Haru. Estamos a falar de um romance entre um predador e a sua presa (um lobo e um coelho), que acaba por criar momentos dramáticos e intensos com as várias personagens e arredores. Na realidade, acabamos por ter uma analogia da nossa sociedade.

Esta premissa interessante e inédita vive através das suas personagens fantásticas, que são muito bem interpretadas pelos seus atores. Para além disso, a animação 3D (um estilo que não aprecio de todo) deste anime recria este mundo com uma qualidade excelente que permitiu-me disfrutar de cada episódio.

Em suma, Beastars é uma experiência inesquecível e, por vezes, filosófica, que me deixou empolgado ao longo da sua história e acredito que, com o passar do tempo, será considerado um anime de culto. Agora devem estar a imaginar o meu entusiamo pelo lançamento da segunda temporada (no dia 6 de janeiro, de 2021), certo? Já nem me consigo conter!

jujutsu kaisen 2020

Ana Costa

Apesar de todos sabermos que o passado ano de 2020 não foi propriamente abonado pela sua variedade no que toca a anime (isto apesar de Attack on Titan já ter começado; estou-me a guardar, está bem?), há que dar mérito onde ele existe; e, para mim, este foi o caso de Jujutsu Kaisen.

Este é um anime onde a história começa como tantas outras: um jovem de liceu de nome Yuuji, algo aborrecido e acomodado com a normalidade da sua vida académica e que, contrariamente ao esperado, acaba por se juntar ao Clube do Oculto (sim, leram bem). Inesperado, digo eu, pois Yuuji é dono de uma invejável capacidade física que lhe permitia facilmente ser a estrela de qualquer outro clube de desporto. Por obra do destino, e de forma a proteger os seus colegas de clube, Yuuji acaba por entrar em contacto com um objeto amaldiçoado, e, sem que isto faça grande sentido, acaba por ingeri-lo (e, não, não é um qualquer objeto amaldiçoado, é aparentemente um resto mortal de um dos mais temíveis e lendários demónios, de seu nome Ryoumen Sukuna). Como em qualquer outro anime shounen, este objeto dá ao nosso protagonista poderes inimagináveis, tornando-o imediatamente no herói que irá conseguir erradicar todo o mal do planeta… ou então… não? Bem, mais não digo, pois Jujutsu Kaisen consegue ser uma caixinha de surpresas, e como tal, terão de ver para saber o que vos espera.

Jujutsu Kaisen é claramente um anime com vertente shounen bem vincada, e onde realmente brilha é em oferecer os clichés ao que as séries shounen já nos habituaram, para depois, aos poucos, dar algo mais (por vezes inesperado), oferecendo assim um twist e afastando-se do “onde é que eu já vi isto?”. Isto faz com que o nosso interesse se mantenha sempre em alta para o próximo episódio. Se são fãs de animes como Naruto, Bleach, ou My Hero Academia, e se temas mais obscuros são algo que vos aguça o apetite, dêem uma espreitadela em Jujutsu Kaisen; acreditem, não irão ficar desiludidos.

Está previsto que a série tenha 24 episódios, sendo que de momento se encontra em interregno. O regresso da sua transmissão está previsto acontecer durante este mês de janeiro, para a sua segunda parte! Vão perder esta jóia?

greatpretender

Pedro Simões

O ano de 2020 não foi, de todo, um ano recheado de títulos sonantes, muito por culpa do… bom, não vale a pena continuar a mencionar o elefante na sala, que todos sabemos qual é. Porém, dos nomes que vi, são vários os que poderia mencionar neste pequeno texto. Dorohedoro ou Jujutsu Kaisen são apenas exemplos, embora a transmissão deste último ainda esteja a decorrer. E, não, ainda não comecei a mais recente temporada de Attack on Titan (shame)…

Na verdade, para mim, aquele anime que me deixou com uma pulga atrás da orelha após ter visto o primeiro trailer, ainda antes de ter começado a ser transmitido, foi Great Pretender. Não, isto não é o single dos Queen, mas, na verdade, é o ending da série. Não poderia ter sido de outra forma, certo? (Pois, também acho que não.)

Acima de tudo, Great Pretender destacou-se, na minha humilde opinião, pela sua produção incrivelmente única no que toca à sua apresentação (embora existam outros com o mesmo aspeto, certamente). Os cenários são, na sua grande maioria — principalmente no que toca a paisagens ou em certos camera shots — autênticas obras de arte, que merecem, absolutamente, um lugar no pódio da originalidade. Para além do seu aspeto visual, é também toda a sua (bastante original) trama que me deixou a “chorar” por mais, após o final de cada novo episódio.

A narrativa foca-se num grupo de vigaristas que se rege por um código deveras curioso, e foram várias as vezes que fui apanhado de surpresa com voltas, reviravoltas e consequências de certos eventos. As personagens principais são todas interessantes, e o passado de cada uma delas é alvo de especial atenção ao longo da série, o que acabou por me fazer importar ainda mais com as mesmas.

Antes de terminar, quero ainda deixar um pequeno destaque à excelente banda sonora, a qual contribuiu imensamente para todo o meu divertimento nesta série deveras única e banhada de carisma.

Se quiserem saber um pouco mais sobre a minha opinião deste anime, visitem esta página onde podem ler o meu veredito final acerca da mesma.

Great Pretender está disponível na Netflix Portugal; por isso, não há razão para não darem uma oportunidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.